Dollar R$ 5,57 Euro R$ 6,07
Dollar R$ 5,57 Euro R$ 6,07

Variedades Sexta-feira, 27 de Novembro de 2020, 13:10 - A | A

Sexta-feira, 27 de Novembro de 2020, 13h:10 - A | A

TEATRO

Cena Onze participa de Festival Satyrianas com a peça Bereu

Assessoria de Imprensa

A peça teatral mato-grossense Bereu está entre as mais de 400 atrações culturais do tradicional Festival Satyrianas 2020. Idealizada pela Companhia de Teatro Cena Onze e MT Escola de Teatro, Bereu foi selecionada para somar aos mais de 100 espetáculos teatrais - nacionais e internacionais -, da 21ª edição do Festival, que acontece de 3 a 6 de dezembro, este ano no formato online.

Para encenar o espetáculo mato-grossense, os artistas subirão ao palco no dia 5 (sábado), às 21h. A apresentação é gratuita e o público terá acesso a ela pelo canais da MT Escola da plataforma digital Youtube e por live na página do Instagram.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

O Festival Satyrianas é promovido pelo Cia Satyros, da SP Escola de Teatro, e este ano abordará o tema "Satyrianas 2020 – pra não dizer que não falaremos das flores”. A edição deste ano também comemora os 20 anos do grupo na  Praça Roosevelt, em São Paulo.

Flávio Ferreira, diretor Cultural da Cena Onze, avalia que o Festival democratiza o acesso à cultura e às artes, oportunizando chances iguais a todos. "Grande honra fazer parte deste que é um dos mais importantes Festivais do país e do mundo. Essa escolha, sem dúvida, traz reconhecimento ao nosso trabalho e nos mostra que estamos no caminho certo, enfrentando os obstáculos e, agora, começando a colher os frutos”, frisa.

Ferreira lembra que todo o elenco do espetáculo tem formação na MT Escola de Teatro. "A MT Escola vem investindo não só nos atores, mas também na construção de profissionais, como sonoplasta, iluminador, cenógrafo. Isso soma muito às criações, pois a equipe fica mais homogênea, refletindo no bom resultado, a exemplo essa seleção para o Satyrianas. Uma grande vitrine para expor o talento de cada um para o mundo", observa.

Bereu é uma produção baseada em fatos reais, fruto de 10 anos de trabalho com mulheres do presídio Ana Maria do Couto May. A produção foi encenada pela primeira vez no início deste ano. O espetáculo, de acordo com Flávio, mostra a realidade que essas presidiárias vivem de precariedade. Demonstra, segundo Ferreira, de forma clara, os principais fatores que contribuem para o aumento significativo da inserção da mulher no crime: o abandono social, a ausência de políticas sociais sérias, falta de investimento na educação.
“A peça traduz um cenário pouco lembrado de um grupo excluído, na maioria das vezes por preconceito, que é gerado pela falta de conhecimento. Essas mulheres erraram, mas já estão pagando por esses erros. Excluí-las não resolve a problemática. E ter a oportunidade de apresentar a peça neste espaço, possibilita promover uma reflexão mais ampla juntos às pessoas e também das autoridades públicas, para a construção de novos pensamentos e gerando as mudanças necessárias da triste realidade dessas mulheres", pondera.

Para promover a peça mato-grossense no Festival, a Cena Onze e MT recebeu apoio da Unimed Cuiabá, OAB/MT, Perfilados Parafusos, Núcleo.com Tecnologia, Nano Tecno, CAAMT, Unidas Construtora, Colégio Maxi, M Cuiabá Music, Hiald Iluminação e Centro América.

Bereu

O nome do espetáculo é uma gíria usada nas prisões, entre as pessoas presas. Aqui fora, significa “bilhete, recado, carta”.

search