Dollar R$ 5,46 Euro R$ 5,87
Dollar R$ 5,46 Euro R$ 5,87

Política Quinta-feira, 23 de Dezembro de 2021, 20:30 - A | A

Quinta-feira, 23 de Dezembro de 2021, 20h:30 - A | A

BALANÇO DE GESTÃO

Investimentos de hoje são resultado de 'remédio amargo', diz Mauro

Jefferson Oliveira

Repórter | Estadão Mato Grosso

Em um balanço dos seus três anos de gestão, o governador Mauro Mendes (DEM) avalia que o Estado hoje colhe os frutos do ‘remédio amargo’ que precisou adotar no começo do mandato, quando encontrou as contas públicas ‘no vermelho’. Mauro lembrou que teve que quitar um déficit superior a R$ 558 milhões, referente a dívidas deixados pelo governo anterior, mas hoje consegue fechar o ano com superávit fiscal.

“Mato Grosso vivia, naquela época, um estado de calamidade, estava totalmente quebrado, com 300 obras paralisadas na Infraestrutura e Educação, salários e 13º de servidores atrasados, pagamento de fornecedores atrasados, repasse aos municípios também com 11 meses de atraso, o que inclui a área da Saúde. Tivemos que ser muito enérgicos, duros, fazer corte de gastos, trabalhar para aumentar a arrecadação, combater a sonegação fiscal e ainda revistar todos os privilégios fiscais, claro, além de melhorar as condições de trabalho dos servidores, que eram muito precárias”, declarou.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Com as contas organizadas, o governador passou a priorizar o programa de investimentos ‘Mais MT’, lançado em 2020, que prevê investimentos superiores a R$ 9 bilhões até o fechamento do mandato, em 2022.

Mauro avalia que Mato Grosso vive um momento de prosperidade. Mesmo durante a pandemia de covid-19, que afetou duramente o país, o estado se manteve firme sem penalizar indevidamente os empresários, o que permitiu a rápida retomada econômica.

“A transformação que nós buscamos passa por essa união de esforços. Não sou contra oposição, que é muito salutar, porém, fazer vídeo batendo na internet, apontando defeitos, falando mal, mas sem fazer nada para ajudar, é perda de tempo. A população já percebeu isso, deseja mais trabalho e menos promessas”.

O governador afirma que é motivo de muita felicidade tirar do mapa todos aqueles ‘vales dos esquecidos’. Por isso, tem dado prioridade a atender todos os prefeitos de Mato Grosso e direcionar investimentos na medida em que é necessário.

“O nosso desafio é que o governo do Estado esteja presente em 100% do território, mas sem fazer política populista de prometer mundos e fundos e depois sumir. Ao contrário, estamos trabalhando com planejamento e ações concretas, esse é o nosso jeito de trabalhar”, pontuou.

Comparando os cenários, Mauro Mendes projeta um ano positivo para Mato Grosso em 2022. Ele diz não ter medo de “apanhar” ou desagradar com a adoção de medidas impopulares e avalia que, com o conjunto de ações que adotou, vem conseguindo avançar em todas as áreas, mas admite que ainda há muito que precisa ser feito.

search