Dollar R$ 5,44 Euro R$ 5,85
Dollar R$ 5,44 Euro R$ 5,85

Polícia Quinta-feira, 21 de Outubro de 2021, 16:02 - A | A

Quinta-feira, 21 de Outubro de 2021, 16h:02 - A | A

FIM DA LINHA

Integrante de facção morre ao trocar tiros com a polícia

Mak Lucia

Repórter | Estadão Mato Grosso

Marcos Henrique Oliveira da Silva, 29 anos, estava foragido da justiça há cerca de 30 dias e morreu após reagir a uma abordagem e trocar tiros com policiais civis na manhã desta quinta-feira, 21 de outubro no bairro Parque Alvorada 2 em Juara (694 km de Cuiabá).

Segundo informações da Polícia Civil, o homem era integrante de uma facção criminosa e estava com mandado de prisão expedido pela Segunda Vara Criminal da Comarca de Campo Novo do Parecis.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Receba nosso conteúdo e esteja sempre informado. Em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui)

Com informações do local onde o suspeito estaria, os policiais foram até o endereço, onde cercaram a casa, informando sobre a ordem de prisão, porém o suspeito resistiu a captura e atirou contra os militares.

Revidando o ataque, os policiais atiraram em direção ao suspeito, e um dos tiros atingiu Marcos, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local, conforme foi constatado pela equipe de socorristas que se fez presente no local.

A polícia apreendeu uma arma calibre 38 que foi utilizada na ação contra os policiais. Já no interior da casa foi encontrado um frasco de drogas com pasta base de cocaína e maconha, sete munições calibre 38 intactas, várias cédulas em dinheiro antigo, furtadas de um estabelecimento comercial da cidade e apetrechos relacionados ao tráfico.

- FIQUE ATUALIZADO: Para entrar em nosso canal do Telegram (clique aqui)

O delegado responsável pelo caso, Carlos Henrique afirmou que Marcos tinha envolvimento com uma facção criminosa que gerenciava pequenas bocas de fumo. Segundo ele o grupo ainda cobrava dinheiro de outros traficantes para que o comércio ficasse subordinado ao comando da facção.

 

search