Dollar R$ 5,44 Euro R$ 5,85
Dollar R$ 5,44 Euro R$ 5,85

Saúde e Bem Estar Quinta-feira, 09 de Dezembro de 2021, 20:15 - A | A

Quinta-feira, 09 de Dezembro de 2021, 20h:15 - A | A

DIA DO PROFISSIONAL

Entenda a importância do fonoaudiólogo no ambiente hospitalar

Hernandes Cruz | Assessoria de Imprensa

No dia 09 de dezembro comemora-se o Dia do Fonoaudiólogo. São eles os profissionais responsáveis pelo cuidado, estudo e prevenção de todas as doenças e distúrbios da linguagem humana, através da audição, fala e escrita. E no ambiente hospitalar eles são extremamente essenciais em diversos setores, como por exemplo UTIs neonatais, pediátricas e adultas.

No Hospital e Maternidade São Lucas, por exemplo, na área neonatal e pediátrica a fonoaudióloga Aricelly Nascimento, realiza intervenção em recém-nascidos e crianças nas funções alimentares, estimulação sensório-motora oral, estimulação e manejo do aleitamento materno para a adequada posição na amamentação, orientação a equipes de saúde e mães, além de Triagem Auditiva Neonatal e teste de linguinha. “Audiometria, teste da orelhinha e prótese auditiva são alguns dos trabalhos que a fonoaudióloga realiza , com os pacientes aqui no hospital e caso seja identificado alguma alteração no bebê, a profissional inicia a intervenção para diminuir qualquer tipo de atraso no desenvolvimento da criança, através da estimulação”, destaca a profissional do Hospital São Lucas de Primavera do Leste.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Outro trabalho importante é a avaliação clínica das estruturas envolvidas nas funções de mastigação e deglutição e a realização de dietas especiais para quem não consegue se alimentar de forma rotineira. “Nessas situações, o tratamento pela fonoaudiologia busca cuidar de distúrbios relacionados à disfagia, que é a dificuldade de deglutir alimentos, pois o problema pode causar uma pneumonia aspirativa, quando um alimento cai no pulmão, podendo levar a pessoa a óbito. Esse trabalho é muito comum em todas as idades, mas principalmente em idosos e em recém-nascidos que têm dificuldade para amamentar a conseguirem realizar a pega correta da mama, entre outras funções”, detalha.

Vale destacar que esse trabalho é um diferencial também para o paciente que teve caso grave da Covid-19 e precisou ser entubado ou traqueostomizado. “Eles necessitam passar por uma avaliação fonoaudiológica para detectar e reabilitar as disfunções na deglutição”, diz.

Sobre a Profissão

A Lei que rege a profissão de Fonoaudiólogo no Brasil é a Lei nº 6 965, sancionada em 9 de Dezembro de 1981, tendo a mesma sido regulamentada pelo Decreto nº 87 218, de 31 de maio de 1982. Desde então vem conquistando espaço no dia a dia do brasileiro, ramificando-se em 11 diferentes áreas de especialização.

search