Dollar R$ 5,11 Euro R$ 5,55
Dollar R$ 5,11 Euro R$ 5,55

Política Terça-feira, 26 de Março de 2024, 18:07 - A | A

Terça-feira, 26 de Março de 2024, 18h:07 - A | A

DENÚNCIA DE RACHADINHA

Vidal impede manobra de Edna para travar Comissão Processante; prazo vence amanhã

Segundo o presidente da comissão, petista apresentou embargo com intenção meramente protelatória

Fernanda Leite

Repórter | Estadão Mato Grosso

Presidente da Comissão Processante que analisa a denúncia de "rachadinha" contra a vereadora Edna Sampaio (PT), o vereador Sargento Vidal (MDB) afirmou nesta terça-feira, 26 de março, que a investigada tentou realizar uma manobra para embargar o processo contra ela.

De acordo com ele, Edna alegou que as investigações contra ela estavam sendo analisadas de forma errada, uma vez que a CP deveria focar na primeira denúncia apresentada contra ela, e não na segunda. Porém, Vidal esclareceu que a 2º denúncia não é o objeto da investigação e que foi apenas anexada na primeira. 

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

"A vereadora Edna apresentou, na semana anterior, quando encerrava cinco dias, ou seja, metade do prazo dela, um embargo de que a denúncia apresentada pelos dois denunciantes estava de maneira errônea aceita pela Casa. E que aceitou a  2º denúncia e não a 1º, que foi a mais antiga. Porém, vendo os autos, todos bem estudados por mim e pela parte jurídica, temos a conclusão e a certeza de que foram aceites certinho, como tem que ser. Ou seja, a primeira denúncia apresentada é a denúncia que está sendo utilizada nos autos. A segunda denúncia apresentada foi anexada aos autos, incorporada e estamos seguindo a primeira. Portanto, como estamos corretos e entendemos que isso foi apenas um embargo protelatório para atrasar, como foi feito na primeira processante contra ela, indeferi o pedido e notifiquei ela", disse.

Vidal pontuou que o prazo para Edna apresentar a defesa se encerrará nesta quarta-feira, 27 de março, antevéspera do feriado de Sexta-Feira da Paixão. Ele enfatizou que Edna tem até o final do dia para apresentar sua defesa.

"O decreto do STJ não dá  a ela esse direito de ter cinco dias a mais, a não ser que o presidente faça isso. A comissão já está fazendo o processo saneador, um sobre  esse indeferimento do pedido de embargo dela e o outro a respeito do que vem a seguir, as intimações das pessoas que serão convocadas. Não convocarei muitas pessoas, porque não há necessidade, uma vez que nós temos todo um rito já feito anteriormente. Ela receberá nesse projeto saneador a data limite que ela terá para apresentar pessoas que ela queira, que acha importante serem ouvidas e com datas que nós já vamos estipular para ela. E ela tem que apresentar a pessoa aqui, devidamente qualificada, e não como foi feito na comissão anterior", avisou.

A vereadora do PT é investigada por suposto esquema de "rachadinha" com a verba indenizatória de sua ex-chefe de gabinete, Laura Abreu.

search