Dollar R$ 5,17 Euro R$ 5,61
Dollar R$ 5,17 Euro R$ 5,61

Política Quinta-feira, 11 de Janeiro de 2024, 11:24 - A | A

Quinta-feira, 11 de Janeiro de 2024, 11h:24 - A | A

NÃO COLOU...

Conselheiro desconfia de VLT proposto por Emanuel: "população está cansada de falas políticas"

Na avaliação de Sérgio Ricardo, promessa feita por ministro de Lula foi uma fala meramente política

Gabriel Soares

Editor-Chefe | Estadão Mato Grosso

Fernanda Leite

Repórter | Estadão Mato Grosso

O conselheiro Sérgio Ricardo, do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), não foi convencido pela notícia de que a Prefeitura de Cuiabá poderá viabilizar uma parceria com o governo federal para implantar um novo Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) apenas na capital. Em conversa com jornalistas nesta quinta-feira, 11 de janeiro, ele afirmou que a fala do ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, foi meramente política e não constitui um compromisso com o investimento de R$ 5 bilhões em Cuiabá.

O conselheiro se refere ao vídeo gravado pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) na segunda-feira, 8, no qual Padilha afirma que ‘investirá forte’ no VLT de Cuiabá.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

“O que o ministro fez ali é uma fala política, né?! Não disse o dia que vai liberar, não disse em qual conta vai depositar, não assinou o contrato. Eu vi uma fala política e eu entendo assim, a população está cansada de falas políticas, né?!”, disparou o conselheiro.

Sérgio Ricardo chamou atenção para o fato de que o ministro não faz menção a qualquer valor, nem cita prazos para dar início à licitação. O conselheiro afirmou ainda que a população aguardou por mais de 10 anos por uma conclusão das obras do VLT e já está “cansada de mimimi”.

“Não adianta ficar só uma briga política, porque essa é uma briga política entre governador e prefeito, um defende o VLT, outro defende o BRT. E nós, o povo, a população. Como que fica? Quero saber o seguinte, o projeto, quando que vai ficar pronto o VLT?”, questionou.

Em material divulgado pela Prefeitura de Cuiabá, Emanuel Pinheiro garante que o projeto do VLT cuiabano já foi pré-selecionado para ser uma das obras integrantes do Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A nova proposta está estimada em R$ 4,9 bilhões e contará com novos trechos que ampliarão o trajeto inicial do modal.

Sérgio Ricardo alertou que as falas sobre o projeto, até o momento, são meramente políticas. Ele ressaltou ainda que 2024 é um ano eleitoral e que muitas ‘falas políticas’ podem surgir, de qualquer lado, sem que haja um compromisso real com a verdade.

“Outra coisa que a gente tem que se preocupar é a questão que nós estamos em ano político. Então, nesse ano político, muitas conversas vão surgir de parte a parte e, inclusive, na semana que vem o Tribunal de Contas estará publicando uma cartilha orientativa, e que é lei, do que cada gestor vai poder fazer nesse processo eleitoral, com o dinheiro público, com a fala, com declarações”, ressaltou.

search