Dollar R$ 5,11 Euro R$ 5,55
Dollar R$ 5,11 Euro R$ 5,55

Política Quinta-feira, 08 de Fevereiro de 2024, 15:11 - A | A

Quinta-feira, 08 de Fevereiro de 2024, 15h:11 - A | A

OPERAÇÃO DA PF

Bolsonarista raiz diz que oposição quer prender o ex-presidente

Ana Karla Costa | Assessoria de Imprensa

O deputado federal José Medeiros (PL-MT) classificou a Operação da Polícia Federal Tempus Veritatis, deflagrada na manhã desta quinta-feira (8) e que teve como alvo o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e aliados, como perseguição política e uma tentativa de desmontar a oposição ao governo de esquerda PT.

“Os fatos que estamos vivenciando no Brasil de hoje é o que acontece em ditaduras de países como a Venezuela, amigas do PT e do presidente Lula. É uma perseguição clara e uma tentativa de intimidar a oposição e a direita brasileira. Eles querem intimidar Bolsonaro e os seus aliados, pois estão profundamente incomodados com a liderança do ex-presidente que continua com enorme apoio popular, sendo a maior liderança política do nosso país”, disse Medeiros, que é vice-líder da oposição ao atual governo na Câmara Federal.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Para o parlamentar, a operação não causa surpresa, mas sim indignação. “Estão atuando firmemente para implementar o autoritarismo, o obscurantismo e a banalização da maldade. O objetivo é prender o Bolsonaro e desmontar a oposição”.

Ao citar a operação desta quinta-feira e as operações contra o deputado federal Carlos Jordy (PL) e contra o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos), o deputado federal reafirmou que a perseguição política feita contra a direita não tem limites.

“É mais uma tentativa de prejudicar o presidente Bolsonaro. Estão colocando em risco a nossa democracia e tentando transformar o nosso país em uma Venezuela”, criticou Medeiros.

search