Dollar R$ 5,38 Euro R$ 5,76
Dollar R$ 5,38 Euro R$ 5,76

Opinião Sexta-feira, 22 de Outubro de 2021, 06:00 - A | A

Sexta-feira, 22 de Outubro de 2021, 06h:00 - A | A

EDITORIAL - 22/10/2021

Avança o populismo

Da Editoria

Editoria | Estadão Mato Grosso

Focado em seu objetivo de reeleger-se a todo custo, o presidente Jair Bolsonaro resolveu apelar ao populismo, por maior que seja a ameaça fiscal representada. Faz um verdadeiro ‘cavalo de pau’ em relação ao seu posicionamento anterior à Presidência da República. Quando ainda era apenas um deputado federal, Bolsonaro chamava o Bolsa Família de ‘bolsa farelo’ e dizia que era uma forma de compra de votos institucionalizada, para manter o PT no poder. Agora que busca a reeleição, decidiu aumentar o valor do ‘bolsa voto’ em 50% e ampliar o número de beneficiários.

- FIQUE ATUALIZADO: Receba nosso conteúdo e esteja sempre informado. Em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Para atingir o objetivo, o governo fechou um acordão com objetivo de remover a principal pedra em seu caminho: o Teto de Gastos. A saúde fiscal da Nação vai para as cucuias, com uma alteração na forma de cálculo do Teto, tudo para acomodar um gasto adicional de até R$ 83,6 bilhões no Orçamento de 2022.

Lógico que o mercado reagiu negativamente a mais essa lambança. Por volta das 16h desta quinta-feira (21), o Ibovespa - principal índice da Bolsa de Valores brasileira - operava em queda de 2,93% e a cotação do dólar atingiu o maior valor desde março, subindo para R$ 5,67. O temor dos investidores é que a manobra política para acomodar o crescente populismo cause um descontrole total das contas públicas.

Os gastos sociais poderiam ser melhor acomodados no orçamento sem ameaçar a segurança fiscal do Brasil. Seria possível cortar as ultrajantes emendas parlamentares, que atingiram R$ 48,8 bilhões no Orçamento de 2021.

- FIQUE ATUALIZADO: Para entrar em nosso canal do Telegram (clique aqui)

Antes mesmo de apagar completamente um incêndio, o presidente já iniciou outro. Anunciou publicamente a criação de um ‘auxílio diesel’, para ajudar os caminhoneiros a lidar com as constantes altas no combustível. Não disse valores, nem de onde sairá o recurso para custear mais uma medida claramente populista. A preocupação é evitar que a categoria realmente deflagre a paralisação que planejou para o começo do próximo mês.

O problema com tanto populismo é que a conta chegará, e será paga pelos mais pobres. À medida em que os investidores tiram seu dinheiro do país com medo da insegurança fiscal, o dólar tende a subir e pressionar ainda mais a inflação, que já está bastante pesada para as famílias menos abastadas. Supostamente beneficiados pelas medidas populistas, são os pobres que mais sentirão a dor do aumento de itens básicos como alimentação, energia e combustíveis. Com a mais nova gambiarra fiscal, Bolsonaro segue os passos de Dilma Rousseff.

search