Dollar R$ 5,44 Euro R$ 5,85
Dollar R$ 5,44 Euro R$ 5,85

Esportes Segunda-feira, 22 de Novembro de 2021, 15:37 - A | A

Segunda-feira, 22 de Novembro de 2021, 15h:37 - A | A

CHANCE PERDIDA

Jorginho critica atuação do VAR: "tiraram nossos pontos e a permanência"

Gabriel Soares

Editor-Chefe | Estadão Mato Grosso

“O VAR tirou os nossos pontos”. Com essa frase, o técnico Jorginho resumiu a revolta com os dois gols do Cuiabá que foram anulados pela arbitragem no jogo contra o Bahia, na noite de domingo (21), que acabou empatado em zero a zero na Arena Fonte Nova. Em entrevista coletiva, Jorginho criticou os erros da arbitragem e lamentou o fato de não poder comemorar desde já a permanência do Dourado na Série A.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

O Dourado marcou duas vezes no primeiro tempo, com Rafael Gava e Jenison, mas a arbitragem viu impedimento no primeiro lance e, no segundo, acusou uma falta de Jenison contra Nino Paraíba. Os dois lances foram revistos pelo VAR, que acatou a decisão de campo, mas são questionados por comentaristas que analisaram a situação. Jorginho, em especial, ficou ‘na bronca’ por ter perdido a oportunidade de faturar os três pontos.

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

"É preocupante sim, porque desde o momento que existe o VAR, ele precisa ser consultado. Se existe uma dúvida, como foi falado no primeiro gol, como era lance de impedimento, o árbitro não precisa ser chamado. Mas no segundo lance, [...] o VAR deveria ter chamado o Claus”, disse.

“Como foi falado aí pelo comentarista, os dois gols foram legítimos e hoje tiraram da gente a nossa permanência, porque 45 pontos, o Bahia com 9 pontos a menos que a gente, seria muito difícil eles conquistarem isso em 5 jogos e ainda a gente tendo 4 jogos. Lamento muito o que aconteceu hoje [...] foi muito ruim a atuação do VAR”, emendou.

Com o empate, o Cuiabá chegou aos 43 pontos e subiu para a 11ª colocação, mantendo os seis pontos de distância do Bahia, que é o primeiro time na zona de rebaixamento, com 37 pontos.

Jorginho explicou que acabou prezando por esse resultado diante das dificuldades vistas com a arbitragem e o crescimento do Bahia no segundo tempo. Ao mexer no time, acabou priorizando uma formação mais defensiva para segurar o resultado.

“Não é uma questão de estar satisfeito, é uma questão de prudência. A gente sabia que, se empatássemos o jogo, o Bahia permaneceria a seis pontos. Isso nos dá uma condição boa, porque os confrontos que o Bahia tem são muito difíceis. A gente tá jogando, literalmente, de acordo com a nossa necessidade, que é a permanência”, pontuou.

Agora todas as atenções se voltam para o jogo contra o Palmeiras, na próxima terça-feira, 30 de novembro. O Verdão virá a Cuiabá três dias após disputar a final da Libertadores da América contra o Flamengo, o que pode influenciar no desempenho do time. Por isso, Jorginho quer força total para garantir um bom resultado em casa, essencial para a permanência.

“Foco total no próximo jogo, o Palmeiras, porque a gente precisa realmente fazer um grande jogo em casa. A gente vai estar jogando contra os caras pós-final da Libertadores, os caras podem ganhar, podem perder, podem vir felizes ou tristes... independente da situação, nós precisamos estar focados nesse jogo”, concluiu.

search