Dollar R$ 5,17 Euro R$ 5,61
Dollar R$ 5,17 Euro R$ 5,61

Cidades Segunda-feira, 28 de Novembro de 2022, 19:00 - A | A

Segunda-feira, 28 de Novembro de 2022, 19h:00 - A | A

CAPACITAÇÃO

Saúde de Cuiabá promove palestra sobre recuperação de pacientes pós-cirúrgico

Cristiane Guerreiro | Prefeitura de Cuiabá

Entre os dias 21 a 24/11, em alusão a Semana de Prevenção de Lesão por Pressão, médicos residentes, que atuam no Hospital Municipal de Cuiabá e Pronto-Socorro “Dr. Leony Palma de Carvalho” (HMC) ministraram para os enfermeiros da unidade, palestras orientativas sobre os cuidados com os pacientes pós-operatórios da ortopedia e neurocirurgia.

A ação foi desenvolvida pela Coordenação de Enfermagem, Núcleo de Gestão de Qualidade Hospitalar, Núcleo de Segurança do Paciente e Serviço de Curativo.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

A coordenadora de enfermagem, Daniela Sayuri, explicou que as palestras reforçaram as medidas de mobilização dos pacientes pós-operatórios e acamados para evitar lesões de pele, bem como os cuidados necessários para acelerar o processo de recuperação. “É importante essa sensibilização sobre a importância da prevenção através da execução dos protocolos de cuidado ao paciente”, pontuou.  

O médico residente em ortopedia, Frederico Caixeta, foi um dos palestrantes. “Essa comunicação entre as equipes multiprofissionais é de extrema importância para somar no tratamento dos pacientes e prevenir situações adversas. Sabemos que a enfermagem (enfermeiros e técnicos em enfermagem) já é treinada quanto aos métodos de mobilização do paciente, mas é sempre bom esclarecer dúvidas”, destacou. 

Segundo o médico residente em neurocirurgia, João Victor, as palestras foram bem esclarecedoras quanto aos cuidados de manusear os pacientes, neurocríticos. “A recomendação é sempre mobilizar o paciente no leito, exceto se estiver instável. Dúvidas mais frequentes foram quanto aos pacientes pós-operatórios de fratura de coluna, e aqueles que usam dreno na cabeça. São questionamentos pontuais que foram esclarecidos”, ressaltou. 

A enfermeira Juliane Gonçales, que atua na internação dois do HMC, participou da palestra. “Achei importante revisar os cuidados diários, pois às vezes ficamos com receios em manusear alguns pacientes que estão com tala gessada e com fixador. É sempre bom reforçar para deixar a equipe mais tranquila quanto aos cuidados”, disse. 

Segundo a coordenadora do Serviço de Curativo, Cirlene de Almeida, as palestras orientativas são realizadas com frequência como forma de prevenção. “Recebemos pacientes com traumas e acamados. O acolhimento é feito desde a entrada pela emergência, pois muitos pacientes já chegam com lesões de pele, e a equipe treinada vai avaliar as condições de pele para minimizar as lesões”, revelou. 

“Quando o paciente é recebido no HMC sem lesão, a equipe é orientada para a realização da mobilidade do paciente no leito, hidratação da pele e orientação para a família sobre a condução do paciente, pois às vezes o paciente sente dor e a família fica receosa de mudar a posição no leito, e então o risco de desenvolver lesão por pressão é grande. Já quando o paciente chega à unidade com lesão na pela, esse paciente entra para o mapa de cuidados, sendo acompanhado regularmente pela equipe do serviço de curativo”, completou. 

Paulo Rós, diretor-geral da Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP), que gere o HMC, sob a administração do prefeito Emanuel Pinheiro, ressalta que a gestão oferece todo o suporte à unidade hospitalar para a aquisição de materiais de ponta para o tratamento de lesões complexas. 

“Com a padronização do material a equipe de profissionais da saúde conseguiu acelerar o processo de cicatrização, gerando ganhos ao paciente com a recuperação mais rápida e em menor tempo de internação”, enfatizou. 

“Muitos pacientes são encaminhados pela Central de Regulação para o tratamento de lesões, e ainda oferecemos assessoria aos profissionais da saúde do interior do estado, que ligam na unidade para buscar orientação sobre a maneira correta da condução do tratamento de feridas”, informou Rós. 

Ao final das palestras, os enfermeiros do HMC foram beneficiados com o sorteio de bolsas de pós-graduação pela faculdade FAIP na área de dermatologia e feridas. Oito colaboradores foram contemplados. 

Serviço de Prevenção de Cuidados com a Pele e Tratamentos de Lesões Complexas/Comissão de Curativos

O Serviço de Curativos do HMC atende pacientes com todos os tipos de lesões e trabalha a prevenção das feridas. No caso dos pacientes acamados, o setor adotou o uso de relógio para alarmar a cada duas horas, para que ocorra a mudança de posição dos pacientes.

O tratamento das lesões é dividido em etapas, conforme o grau da ferida. Os graus 1 e 2  é tratado com limpeza no local e hidratação da pele. A periodicidade dos curativos varia, são três vezes ou cinco vezes por semana. E os mais complexos de sete a quatorze dias seguidos.

Para o tratamento das lesões de graus 3 e 4, em situação de tecido necrótico, grande lesão e lesão infectada, o paciente é  encaminhado para a equipe de  cirurgia plástica para a realização de enxerto. E também, para o tratamento com oxigenoterapia hiperbárica, que ajuda no processo de oxigenação dos tecidos do corpo, renova as células, trata lesões internas e externas e favorece a cicatrização. É um tratamento complementar, empregado com intervenções cirúrgicas, antibióticos e curativos.

search