Dollar R$ 5,11 Euro R$ 5,55
Dollar R$ 5,11 Euro R$ 5,55

Cidades Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2024, 11:06 - A | A

Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2024, 11h:06 - A | A

FALTA DE CHUVAS

Quatro municípios decretam situação de emergência; entre eles, gigante do Agro

Cátia Alves

Editora-adjunta

Os municípios de Sorriso, Nova Ubiratã, São José do Rio Claro e Água Boa mantiveram, por meio de decreto, situação de emergência devido à estiagem de chuva que assola determinadas regiões do Estado. Assinados pelo governador Mauro Mendes (UB), as informações constam no Diário Oficial desta segunda-feira, 26 de fevereiro, e valem por 90 dias.

Sorriso, a 398,3 km de Cuiabá, decretou situação de emergência no dia 21 de dezembro do ano passado. Sem o alívio dos céus, o município voltou a pedir mais 90 dias, podendo ser prorrogado por mais 180.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

A estiagem em Mato Grosso vem sendo noticiada desde o ano passado. Há um mês, o Estadão Mato Grosso informou, por meio de dados fornecidos pela Defesa Civil, que 39 municípios haviam decretado situação de emergência. Outras três cidades não especificaram se a emergência se deve à estiagem ou à seca, enquanto duas enfrentam desafios decorrentes das chuvas intensas que assolam a região desde o ano passado.

Leia mais: Chega a 39 número de municípios em situação de emergência por estiagem em MT

De acordo com a Defesa Civil, não existe um sistema que alerte quando um município declara emergência. Em muitos casos, a declaração é feita apenas para medidas locais, como a contratação direta de serviços (quando há emergência, dispensando a necessidade de licitação). Em situações como essas, eles nem comunicam o Estado. Por esse motivo, não há dados atualizados. Além disso, os municípios não têm a obrigação de comunicar o Estado quando declaram situação de emergência.

Nesta segunda-feira, Nova Ubiratã também decretou situação de emergência por 90 dias, podendo ser prorrogada para 180. O município publicou o primeiro decreto sobre a estiagem no dia 16 de janeiro. São José do Rio Claro decretou no dia 3 de janeiro deste ano o primeiro decreto de situação de emergência. Agora, mais de um mês depois, o município decreta mais 90, podendo ser prorrogado por mais 180 dias.

E por fim, Água Boa, que já tinha decretado no dia 4 de janeiro, situação de emergência por estiagem. A situação se mantém, podendo se prorrogar por mais 180 dias, conforme o decreto.

Cáceres alagada

Em contrapartida, a quantidade de chuvas que caiu em Cáceres no dia 10 de fevereiro deixou a cidade completamente alagada. Foram 205 mm de água derramada dos céus que deixaram pelo menos 7 mil pessoas desalojadas, que tentam retomar a vida após o desastre natural.

Em uma ação coordenada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Logística, diversas frentes de serviços simultaneamente atuam em diferentes pontos da cidade, concentrando-se na limpeza e desobstrução de córregos, canais, bueiros e caixas de contenção. Ruas e avenidas afetadas pela força das águas estão passando por intensos processos de revitalização e limpeza. Máquinas mecânicas e manuais também ajudam no trabalho.

Eliene Liberato Dias (PSB), prefeita de Cáceres, agradeceu a ajuda e empenho dos servidores em "restaurar a normalidade do município". Wesley Lopes, engenheiro e secretário de Infraestrutura, lamentou a quantidade significativa de resíduos retirados, principalmente dos canais e bueiros, os quais comprometem o escoamento das águas.

search