Dollar R$ 5,57 Euro R$ 6,07
Dollar R$ 5,57 Euro R$ 6,07

Boca Miúda Terça-feira, 02 de Julho de 2024, 16:23 - A | A

Terça-feira, 02 de Julho de 2024, 16h:23 - A | A

OPERAÇÃO SIMULACRUM

Coronel acusado de integrar grupo de extermínio pede para deixar Gabinete de Segurança do MP

Da Redação

Redação | Estadão Mato Grosso

O coronel Paulo César da Silva pediu para deixar o cargo de coordenador do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) do MPE. Ele era cotado para assumir o comando do braço militar do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco). Hoje, essa função é ocupada pelo coronel André Dorileo. O pedido de exoneração foi encaminhado ao procurador-Geral de Justiça Deosdete Cruz na segunda-feira (1º). 

Paulo César era responsável pelo GSI do MP e foi denunciado pelo próprio órgão por suspeita de envolvimento no grupo de extermínio investigado pela Operação Simulacrum. A denúncia aponta que o grupo promoveu ao menos 24 mortes em Cuiabá e Várzea Grande.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

search