Dollar R$ 5,57 Euro R$ 6,07
Dollar R$ 5,57 Euro R$ 6,07

Política Quinta-feira, 21 de Outubro de 2021, 14:31 - A | A

Quinta-feira, 21 de Outubro de 2021, 14h:31 - A | A

DEFENDEU O PARÇA

Stopa diz que hospital estadual também faz contratação temporária

Jefferson Oliveira

Repórter | Estadão Mato Grosso

O prefeito interino, José Roberto Stopa (PV) falou no final da tarde desta quarta-feira (20) que contratações temporárias como as que afastaram o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) acontecem em todo o país, e que inclusive, o governo do Estado também o faz, e não há operação para afastar o governador Mauro Mendes (DEM).

Em coletiva de imprensa, Stopa entendeu que não há crime nestas contratações, mas que respeita a decisão da justiça e citou uma possível perseguição contra a Prefeitura de Cuiabá.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Receba nosso conteúdo e esteja sempre informado. Em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui)

“A gente tem que fazer a seguinte reflexão: servidores temporários existem praticamente em todo o Brasil, inclusive na Santa Casa [Hospital Estadual Santa Casa], por exemplo, que é administrada pelo Governo do Estado [...] Eu vejo apenas algumas coisas que parece que acontecem só com a Prefeitura de Cuiabá. Parece que Cuiabá é o único município no estado de Mato Grosso, mas isso é uma decisão que eu não quero polemizar, não quero entrar nela”, declarou Stopa.

Emanuel continua afastado sem data para voltar ao cargo de prefeito. Stopa já foi empossado como prefeito interino e, como primeiro ato, convocou uma reunião com o secretariado.

- FIQUE ATUALIZADO: Para entrar em nosso canal do Telegram (clique aqui)

search