Dollar R$ 5,12 Euro R$ 5,56
Dollar R$ 5,12 Euro R$ 5,56

Política Terça-feira, 23 de Janeiro de 2024, 17:04 - A | A

Terça-feira, 23 de Janeiro de 2024, 17h:04 - A | A

TABULEIRO ELEITORAL

Em Sorriso, Lafin vai a federal e pesquisa definirá nome de candidato a prefeito e vice

Fernanda Leite

Repórter | Estadão Mato Grosso

O prefeito de Sorriso (396 km de Cuiabá), Ari Lafin, disse que seu grupo político já vem preparando o nome para a sua sucessão na prefeitura. Lafin, que não pode disputar mais o pleito municipal porque está em sua segunda gestão, também já se prepara para disputar uma cadeira na Câmara Federal.

O grupo político ao qual pertence o tucano, possui quatro siglas fortes, sendo eles: O PL do ex-presidente Bolsonaro, que indica o seu vice-prefeito Gerson Biscego (PL); o PSDB, que indicou o Dr. Stevam; o União Brasil indicou o secretário de Governo Hilton Polesello; e o Republicanos apresentou o nome de Acácio Ambrosini.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

“Todos os quatros estão buscando através de reuniões um espaço e deveremos definir a dupla [que vai disputar] através de pesquisas no mês de março e deveremos estar escolhendo o candidato a prefeito e vice”, comentou.

Com relação ao seu futuro político, Ari Lafin disse que pretende disputar uma vaga na Câmara Federal. “Mas tudo isso depende das eleições municipais, precisamos trabalhar unidos [...]. Temos o Leandro Damiani da TV, do PSDB, que está conosco e deve ser candidato a deputado estadual em 2026. São esses cenários que estão sendo desenhados. Eu vou obedecer o critério pesquisa, vamos debater e inclusive com os presidentes de partidos e escolher [meu sucessor]”, comentou.

O prefeito lamenta que a cidade, considerada uma das maiores potências do agro do país, não tenha conseguido eleger um representante na Assembleia Legislativa e nem para a Câmara Federal. 

“Precisamos trabalhar para ter nosso espaço, porque Sorriso é importante para Mato Grosso e contribui com a arrecadação do Estado. Enfim, sempre é bom ter representantes para não perdemos debates importantes. E [eleger representantes] futuros vai depender da nossa maturidade local”, concluiu ele.

search