Dollar R$ 5,45 Euro R$ 5,94
Dollar R$ 5,45 Euro R$ 5,94

Política Quarta-feira, 30 de Dezembro de 2020, 18:45 - A | A

Quarta-feira, 30 de Dezembro de 2020, 18h:45 - A | A

CÂMARA DE CUIABÁ

Disputa pela Presidência polariza entre Juca do Guaraná e Diego Guimarães

Rafael Machado

A eleição da nova Mesa Diretora da Câmara de Cuiabá acontece na próxima sexta-feira (1°), após a posse dos vereadores eleitos e reeleitos à eleição municipal deste ano. Atualmente, há três parlamentares na disputa, sendo dois da base do prefeito reeleito Emanuel Pinheiro (MDB).

O vereador Juca do Guaraná (MDB) contabiliza 16 votos a seu favor. Ao jornal Estadão Mato Grosso, ele disse que sua pretensão é chegar em 18 apoiadores até o dia 1º. O emedebista conseguiu fechar uma chapa, na qual a maioria dos postulantes são novatos.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

A chapa é composta por Renivaldo Nascimento (PSDB) na vice-presidência, Dr. Luis Fernando (Republicanos) na segunda-vice-presidência, Paulo Henrique (PV) na primeira-secretaria e Cezinha Nascimento (PSL) na segunda-secretaria.

Outro da base que também costura uma candidatura à presidência da Mesa é Marcrean Santos (Progressistas). A reportagem entrou em contato com o parlamentar para saber como estão as articulações próximo do dia da posse eleição, mas as ligações e mensagens não foram respondidas até o fechamento desta edição.

No início do mês, Marcrean disse que buscava apoio ao seu projeto. Ele ainda defendia um consenso entre os integrantes da base para auxiliar aquele que tivesse mais adesão.

Da oposição, o vereador mais votado na eleição, Diego Guimarães (Cidadania), também colocou seu nome à disposição para concorrer à presidência da Câmara. Ele alega que o Legislativo cuiabano precisa ter uma Mesa Diretora independente do Executivo diferente, segundo ele, do que ocorre na atual legislação.

À reportagem, ele disse que já conseguiu fechar um grupo com sete vereadores, entre nomes da oposição e novatos que apoiam suas ideias. São eles: Edna Sampaio (PT), Michelly Alencar (DEM), Sargento Vidal (PROS), Rodrigo Arruda (Cidadania), Tenente-coronel Paccola (Cidadania) e Dilemário Alencar (Podemos).

search