Dollar R$ 5,47 Euro R$ 5,97
Dollar R$ 5,47 Euro R$ 5,97

Política Quarta-feira, 23 de Dezembro de 2020, 14:39 - A | A

Quarta-feira, 23 de Dezembro de 2020, 14h:39 - A | A

LIMPA

Câmara de Cuiabá vai exonerar 431 comissionados até o dia 31

Rafael Machado

A Câmara de Cuiabá vai exonerar 431 servidores comissionados até o fim deste ano. Serão demitidos os funcionários que atuam nos gabinetes dos 25 vereadores  e da área de administração do Legislativo.

Além disso, a Mesa Diretora justifica que a medida tem o intuito de finalizar o ano contábil sem deixar pendências para a próxima gestão. O presidente da Câmara, Misael Galvão (PTB), disse que o processo no final de gestão é natural e garantiu que os exonerados receberão a rescisão. 

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

“Essas demissões são naturais ao final de cada gestão. Cada servidor deste contribuiu com a Casa no período em que permaneceu aqui. Não vamos deixar nenhuma pendência financeira para a próxima gestão. Vamos honrar com todos os compromissos, incluindo a rescisão dos servidores, que é um direito deles”, disse Misael. 

Segundo a Câmara de Cuiabá, as exonerações serão realizadas em duas etapas. Primeiro serão publicados no Diário Oficial, a exoneração de 353 servidores que são lotados nos gabinetes dos vereadores, depois serão publicados os atos dos funcionários que atuam no administrativo do Legislativo e também os chefes de gabinetes. 

Primeiras exonerações - Na edição do Diário Oficial de Contas que circulou na terça-feira (22) foram publicados os primeiros atos de exoneração. Ao todo, foram 31 demissões de servidores que têm a inicial do nome a letra A. Veja a edição do Diário aqui. (Com informações da Câmara de Cuiabá)

search