Dollar R$ 5,38 Euro R$ 5,76
Dollar R$ 5,38 Euro R$ 5,76

Política Quinta-feira, 23 de Maio de 2024, 06:51 - A | A

Quinta-feira, 23 de Maio de 2024, 06h:51 - A | A

AUDIÊNCIA NA CÂMARA

Abilio: Haddad tentou confundir opinião pública ao se esquivar de perguntas

Deputado explica que questionamentos a respeito de controle de gastos e prosperidade econômica tiveram foco desviado

Assessoria de Imprensa

O deputado federal Abilio Brunini (PL) afirma que o ministro da Fazenda Fernando Haddad (PT) se esquivou de responder as perguntas relacionadas a economia em audiência na Câmara dos Deputados. Na avaliação do parlamentar, que questionou Haddad a respeito do descontrole dos gastos públicos, o que pode gerar incapacidade de investimentos pelo governo federal nos próximos anos, foi adotada pelo petista a estratégia de recorrer a vacina e ciência na resposta pela sua falta de expor dados reais da economia brasileira. 

"Questionei se Haddad é um negacionista da economia diante dos dados trágicos do governo Lula. O arroz está com preço elevado antes mesmo da tragédia no Rio Grande do Sul. A picanha não chegou ao prato brasileiro. As contas públicas estão com recorde negativo. Quais medidas estão sendo adotadas para equilibrar as contas públicas e impulsionar o crescimento da economia? Como não há respostas, é mais fácil remeter a vacina e planeta Terra", afirma o deputado. 

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

O parlamentar criticou a postura do ministro Fernando Haddad. "É a velha estratégia do PT de desinformar para confundir", pontua. 

Dados do Banco Central apontam que as contas públicas fecharam o mês de fevereiro com saldo negativo, resultado principalmente do déficit do governo federal, em razão da antecipação do pagamento de precatórios em 2024. O setor público consolidado – formado pela União, pelos estados, municípios e empresas estatais – registrou déficit primário de R$ 48,692 bilhões no mês de fevereiro, ante déficit de R$ 26,453 bilhões no mesmo mês de 2023. 

As Estatísticas Fiscais foram divulgadas no dia 5 deste mês pelo Banco Central (BC). O déficit primário representa o resultado negativo das contas do setor público (despesas menos receitas), desconsiderando o pagamento dos juros da dívida pública.

search