Dollar R$ 5,41 Euro R$ 5,81
Dollar R$ 5,41 Euro R$ 5,81

Polícia Terça-feira, 14 de Dezembro de 2021, 11:10 - A | A

Terça-feira, 14 de Dezembro de 2021, 11h:10 - A | A

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Mulher busca refúgio em igreja para não ser morta pelo companheiro

Mak Lucia

Repórter | Estadão Mato Grosso

Uma mulher sofreu uma tentativa de feminicídio na noite desta segunda-feira, 13 de dezembro, após seu marido a ameaçar dentro de uma igreja, no bairro Monte Líbano, em Rondonópolis (220 km de Cuiabá).

Segundo consta no registro de ocorrência, a mulher contou aos polícias que conhece seu algoz a quase dois anos, e que nesse período estiveram juntos, porém, sem morar debaixo do mesmo teto.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

A mulher contou ainda que as agressões são rotineiras, que o homem já a ameaçou de morte de várias maneiras, como: atear fogo em seu corpo, bem como iria amassar a cabeça da vítima com uma pá.

No início da tarde desta segunda-feira, o homem pulou o muro da residência da vítima, e após a encontrar na sala, a empurrou no chão e com uma faca em punho, colocou no pescoço da vítima dizendo que a mataria. O crime só não foi consumado, pois um vizinho ouviu os gritos da vítima e foi até a casa ver o que estava acontecendo.

E após uma longa conversa com o suspeito, ele desistiu de matar a mulher e foi embora. No período da noite, o agressor retornou a casa da mulher e a questionou de qual forma queria morrer, nesse momento a vítima saiu correndo e buscou ajuda na igreja.

O agressor não ficou intimidado com a situação e continuou ameaçando a vítima mesmo em solo religioso.

Os militares prenderam o agressor em flagrante, ele deve responder por ameaça, lesão corporal e violação de domicílio. Durante o flagrante o homem estava com uma faca que utilizou nas agressões.

O caso foi encaminhado para a Polícia Civil que deve apurar o caso.

search