Dollar R$ 5,17 Euro R$ 5,61
Dollar R$ 5,17 Euro R$ 5,61

Polícia Domingo, 14 de Janeiro de 2024, 16:49 - A | A

Domingo, 14 de Janeiro de 2024, 16h:49 - A | A

MATÉRIA ATUALIZADA

Homem foi abordado por abandono de incapaz e atacou PMs com enxada, diz polícia

Da Redação

Redação | Estadão Mato Grosso

ATUALIZADA ÀS 18H36

A Polícia Militar se manifestou acerca da ocorrência envolvendo um homem, de 30 anos, no bairro Nova Canaã, inicialmente noticiado como Altos da Glória, em Cuiabá, nesta tarde de domingo, 14 de janeiro. O relatório aponta que o disparo foi efetuado pela própria PM, em legítima defesa.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

De acordo com o documento, o homem foi abordado em casa, quando dormia, por deixar o filho sem os devidos cuidados, abandono de incapaz. Ele teria pegado uma enxada após receber voz de prisão e partido para cima dos policiais.

Segundo o relatório, o homem desferiu dois golpes em um dos militares, que se protegeu com a mão sobre a cabeça. O agente então teria tentado tomar a enxada do homem, mas se desequilibrou e caiu. Neste momento, o suspeito teria então tentado dar mais um golpe no agente.

O documento menciona também que o agente fez um disparo de arma de fogo na direção do homem, mas sem atingi-lo, para que ele suspendesse o ataque. Porém, ainda segundo o relatório, o homem não se intimidou e novamente atacou o militar, que fez outro disparo, desta vez acertando o ombro do suspeito. Somente neste momento os ataques teriam cessados.

Porém, devido ao confronto, outros moradores da região teriam saído em defesa do homem e atacado a guarnição, que por sua vez pediu reforços às equipes da Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam), Força Tática e demais viaturas que estavam na região.

Para dispersar a população, segundo o documento, foram utilizados spray de pimenta e balas de borracha.

ABANDONO DE INCAPAZ
A ocorrência foi iniciada quando a Polícia Militar foi acionada por uma mulher, que encontrou uma criança sozinha, andando pelas ruas do bairro, cujos moradores não conheciam.

Os policiais fizeram rondas pelo bairro, mas não encontraram os responsáveis pela criança. Assim, decidiram se deslocar até o Conselho Tutelar da região central de Cuiabá.

A caminho de lá, os agentes foram abordados por um Toyota Corolla, onde uma das ocupantes se identificou como mãe da criança e informou que ela estava sob a tutela do pai neste final de semana.

Ela então teria pedido aos policiais que fossem à casa do pai da criança, pois ela queria representá-lo por abandonar o filho. A casa estava aberta e os policiais encontraram o homem dormindo no chão, supostamente alcoolizado. Questionado sobre o paradeiro de seu filho, ele não soube responder, momento que recebeu voz de prisão e deu início à toda confusão.

Após ser baleado, os policiais levaram o homem à UPA Morada do Ouro, devido à dificuldade que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) teria para acessar o local. Ele foi atendido na unidade e encaminhado ao Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), onde permanece internado.

Em consulta ao sistema, os policiais encontraram diversas passagens do homem pela polícia, resistência, receptação e tráfico de drogas.

O caso foi registrado na Central de Flagrantes como homicídio doloso tentado, desobediência, resistência, lesão corporal e abandono de incapaz.

search