Dollar R$ 5,42 Euro R$ 5,82
Dollar R$ 5,42 Euro R$ 5,82

Polícia Quarta-feira, 10 de Novembro de 2021, 17:36 - A | A

Quarta-feira, 10 de Novembro de 2021, 17h:36 - A | A

ACERTO DE CONTAS

Corpo de jovem desaparecido a mais de 1 mês é encontrado em estado de decomposição

A suspeita é que o jovem tenha morrido a mando de líderes de uma facção criminosa no município, como retaliação à conduta adotada pelo rapaz

Mak Lucia

Repórter | Estadão Mato Grosso

Rian Leal Gonzaga da Silva, 19 anos, que estava desaparecido desde o último dia 29 de setembro, foi encontrado próximo a uma fazenda na Passagem da Conceição, em Várzea Grande. A suspeita é que o jovem tenha morrido a mando de líderes de uma facção criminosa no município, como retaliação à conduta adotada pelo rapaz.

Segundo o boletim de ocorrência, a polícia conseguiu chegar ao suspeito, após uma denúncia anônima dizendo sobre o homicídio contra a vítima e quem teria cometido o crime, um rapaz de 25 anos. Conforme a polícia, o suspeito é membro de uma facção criminosa.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

O corpo de Rian foi encontrado na “Estrada da Fazendinha”, após a prisão do suspeito, que durante a abordagem se apresentou muito nervoso, e ao ser questionado já se entregou dizendo ser o autor do crime.

Aos policiais, o suspeito disse que no dia do crime ele enganou Rian dizendo querer ajuda dele para praticar um roubo a uma motocicleta na Passagem da Conceição, atraindo a vítima para uma emboscada. O homem relatou que levou a vítima para uma região de chácara e atirou nele com uma pistola calibre 7,65, em seguida, arrastou a vítima e ocultou o corpo do jovem. 

A arma de fogo foi apreendida na casa do suspeito. A mãe do homem que confessou o crime estava ciente que o filho havia escondido a pistola no local e também foi presa.  Mãe e filho foram encaminhados para a Polícia Judiciária Civil. 

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso canal no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Informações anônimas relatam ainda que o suspeito não participou sozinho do homicídio e teve ajuda de mais cerca de mais três pessoas, todos, membros da organização criminosa que atua na região. E que o próprio suspeito é um dos organizadores das punições locais realizados por essas organizações.

search