Dollar R$ 5,11 Euro R$ 5,55
Dollar R$ 5,11 Euro R$ 5,55

Economia Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2022, 07:00 - A | A

Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2022, 07h:00 - A | A

VEJA O RANKING

Mato-grossenses têm a 6ª maior renda média, com R$ 3.087, aponta IBGE

Rendimento médio dos trabalhadores mato-grossenses é o segundo maior do Centro-Oeste, atrás apenas do Distrito Federal

Felipe Leonel

Repórter | Estadão Mato Grosso

A renda média dos mato-grossenses aumentou 5,8% no terceiro trimestre na comparação com o trimestre imediatamente anterior. É o que aponta os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), levantados na Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios (Pnad Contínua). A renda média dos mato-grossenses saiu de R$ 2.917 para R$ 3.087.

O número leva em conta o “rendimento médio real de todos os trabalhos, efetivamente recebido no mês de referência, pelas pessoas de 14 anos ou mais de idade, ocupadas na semana de referência” de todos os níveis de escolaridade.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Nesse quesito, Mato Grosso saiu da 8ª posição no ranking de renda média no 2º trimestre, para se tornar o 6º estado que tem a maior renda média. (Veja o ranking abaixo).

No Centro-Oeste, Mato Grosso só perde para o Distrito Federal, onde os trabalhadores percebem uma renda média de R$ 4.878. Já Mato Grosso do Sul fica em 7º lugar, com uma renda média de R$ 3.006. Goiás é o estado da região com o pior desempenho. Por lá, o rendimento médio de todos os trabalhos, de todos os níveis de escolaridade, é de R$ 2.646, o que coloca o estado na 10ª posição do ranking nacional.

Quando considerado os níveis de escolaridade, quem tem menos de um ano de estudo aparece com uma renda média de todos os trabalhos de R$ 2.015. Trabalhadores com ensino fundamental incompleto percebem uma renda média de R$ 2.646; ensino fundamental, R$ 2.279; ensino médio incompleto, R$ 2.224; ensino médio, R$ 2.566; ensino superior incompleto, R$ 3.011; e ensino superior, R$ 5.435.

 

 
 
search