Dollar R$ 5,57 Euro R$ 6,07
Dollar R$ 5,57 Euro R$ 6,07

Cidades Quarta-feira, 25 de Novembro de 2020, 06:30 - A | A

Quarta-feira, 25 de Novembro de 2020, 06h:30 - A | A

“SISTEMA PREPARADO”

Cuiabá não terá novo lockdown, mesmo se número de casos aumentar

Tarley Carvalho
[email protected]

O prefeito e candidato à reeleição, Emanuel Pinheiro (MDB), voltou a falar que não haverá decretação de uma nova quarentena obrigatória em Cuiabá, mesmo que o número de casos de covid-19 volte a aumentar. Para o chefe do Executivo, o fechamento da cidade só se justifica para preparar a população sobre os riscos e cuidados necessários para prevenção do novo coronavírus e para preparar o Sistema de Saúde. Na avaliação de Emanuel, Cuiabá já atende aos dois requisitos e, por isso, não há motivos para um novo fechamento da cidade. O posicionamento foi feito durante entrevista ao jornal Gazeta Digital, nesta manhã de terça-feira, 24 de novembro.

“Não! Lockdown não é mais necessário. O lockdown foi decretado no mundo inteiro, enquanto eu decretei em Cuiabá, foi decretado em todas as capitais do país simultaneamente porque todo gestor equilibrado, ponderado e responsável segue(...) as orientações técnico-científicas, da Organização Mundial de Saúde e do Ministério da Saúde, e foi o que eu fiz, tanto é que fomos elogiados por Cuiabá ter enfrentado com louvor a pandemia e, graças às medidas da Prefeitura, evitamos mais mortes, mais mortos e evitamos mais casos confirmados. Palavra da UFMT [Universidade Federal de Mato Grosso], da Fiocruz e do próprio Ministério da Saúde”, afirmou.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Sobre a população, Emanuel afirmou que ela já está devidamente informada sobre os cuidados que deve tomar para se prevenir do novo coronavírus e para proteger a sua família.

Já sobre o Sistema de Saúde, o prefeito detalhou que Cuiabá já tem número de leitos suficientes para um possível aumento no número de casos de covid-19.

search