Dollar R$ 5,42 Euro R$ 5,83
Dollar R$ 5,42 Euro R$ 5,83

Política Quarta-feira, 20 de Outubro de 2021, 19:55 - A | A

Quarta-feira, 20 de Outubro de 2021, 19h:55 - A | A

PREFEITO INTERINO

Stopa diz acreditar em inocência de Emanuel e garante: "Cuiabá não vai parar"

Em primeiro ato após a posse, Stopa manteve diálogo com a equipe de secretários e reiterou que não haverá mudanças

Da Redação

Redação | Estadão Mato Grosso

Oficialmente empossado no cargo de prefeito interino de Cuiabá, José Roberto Stopa (PV) afirmou no final da tarde desta quarta-feira (20) que acredita na inocência de Emanuel Pinheiro (MDB) e que a decisão que determinou seu afastamento será derrubada rapidamente.

Emanuel foi afastado do cargo na manhã de terça, 19 de setembro, em meio às medidas cautelares expedidas para a Operação Capistrum, que investiga a contratação irregular de mais de 250 servidores para atuar na Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Receba nosso conteúdo e esteja sempre informado. Em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui)

Stopa foi oficialmente empossado nesta quarta, em cerimônia reservada na Câmara Municipal de Cuiabá. Momentos depois, ele conversou com jornalistas no Palácio Alencastro e disse que não deve mudar nada enquanto está à frente da Prefeitura.

- FIQUE ATUALIZADO: Para entrar em nosso canal do Telegram (clique aqui)

O prefeito interino destacou que a decisão judicial não aponta qualquer desvio de dinheiro público, mas sim a contratação temporária de servidores. Por isso, ele disse acreditar que o afastamento será revertido rapidamente.

“O prefeito está sendo afastado por contratação de servidores e não por desvio de dinheiro público e isso, pelo que pudemos apurar, aconteceu e acontece em vários municípios brasileiros. Por isso que digo que acredito na Justiça e acredito que o prefeito em breve retomará o seu posto", afirmou.

Questionado se acredita que se trata de alguma perseguição política contra Emanuel, como o próprio já havia dito algumas vezes, Stopa respondeu ironicamente, dizendo que algumas coisas só acontecem com a Prefeitura de Cuiabá. Ele acrescentou que irá estudar o processo para tomar as providências cabíveis e que, enquanto isso, a Prefeitura de Cuiabá não irá parar de prestar seu trabalho aos cidadãos.

“Cuiabá não pode e não vai parar. Nossa meta é fazer ainda mais. A população confiou a nós, a gestão Emanuel Pinheiro, que foi eleita democraticamente em processo legítimo, essa responsabilidade. Vamos fazer ainda mais”, asseverou.

search