Dollar R$ 5,38 Euro R$ 5,76
Dollar R$ 5,38 Euro R$ 5,76

Política Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 07:19 - A | A

Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 07h:19 - A | A

VEJA VÍDEOS

Secretário chama ex-prefeito de embriagado e lança desafio valendo o cargo

Fernanda Leite

Repórter | Estadão Mato Grosso

Ex-prefeito de Cáceres (distante 217 km da capital) e suplente de deputado estadual Francis Maris (PL) e o secretário de Educação do município, Fransergio Piovesan, protagonizaram um "bate-boca" nas redes sociais no final de semana. "A guerra nas redes" começou após o ex-prefeito comemorar a decisão da justiça que determinou a imediata desfiliação dele pelo PSDB e a filiação ao PL, a partir do dia 11 de março, quando ocorreu oficialmente o ato.

"Tentaram me enterrar, mas eu sou semente. Deus me deu uma missão, a missão de servir. A oposição disse que eu não seria registrado no PL, então está aí. Hoje, a Secretaria de Saúde, a Upa, os postos de saúde, a UBS está uma calamidade pública. A Secretaria de Educação, os professores estão pedindo a renúncia do secretário de Educação (...). Diante de todas essas necessidades, é por isso que a população está pedindo, volte Francis. Estamos aí e firmes e fortes com as bençãos de Deus; eu quero trabalhar por esse povo sofrido", disse Francis nas redes sociais.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Já Fransergio Piovesan rebateu Francis e disse que ele estaria "aparentemente embriagado" e que em 8 anos de gestão não fez a metade do que a gestão da atual prefeita Eliene Liberato (PSB) fez em 3 anos. Ele desafiou o ex-prefeito a "mostrar os seus feitos na gestão" e que fez mais do que a atual gestão.

"Ele disse que é semente, sim, semente, semente muito. Quando fala que eu tenho que renunciar, eu estou disposto a aceitar, se ele comprovar que em 8 anos de gestão, ele tenha feito a metade do que a gestão da atual prefeita Eliene fez em 3 anos. Mas se não provar, renuncia você. O que a Eliene fez de climatização das escolas, reforma, doações de kits escolares, uniformes e qualificação de professores. Se for somar tudo isso, em 3 anos dá muito mais do que você não fez em 8. Pense e estude, se compensa fazer uma campanha assim, porque compensa fazer uma campanha do que você fez. E a gente passa 30h incluindo 10h aos professores interinos, coisa que o senhor nunca pagou", rebateu ele.

VEJA VÍDEOS:

search