Dollar R$ 5,43 Euro R$ 5,93
Dollar R$ 5,43 Euro R$ 5,93

Política Quarta-feira, 10 de Julho de 2024, 11:10 - A | A

Quarta-feira, 10 de Julho de 2024, 11h:10 - A | A

INVESTIMENTOS

Paulo José articula nova UPA para a Vila Operária

Assessoria de Imprensa

Com o desafio de melhorar a qualidade da saúde pública na cidade, o pré-candidato a prefeito de Rondonópolis Paulo José Correia (PSB) defendeu a construção de uma nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na cidade. A declaração foi feita em uma entrevista ao Marcelo Marreta e a nova estrutura de saúde será construída na região da Vila Operária.

De acordo com Paulo José, a cidade cresceu muito desde a inauguração da UPA existente e ele diz que já há um documento protocolado junto ao Governo Federal pleiteando a ampliação do número de unidades de saúde em Rondonópolis. “Aquela UPA existente hoje foi construída entre 2011 e 2013 e de lá para cá chegaram 50 mil pessoas aqui, segundo o IBGE. Nos últimos doze anos nós construímos 30 mil casas populares. Por isso o índice de moradores por domicílio diminuiu. E a UPA continua a mesma. Já protocolamos projetos para o novo PAC e já saiu uma policlínica que vai ser construída na região Salmen e acredito que para o ano que vem vai sair uma nova UPA para desafogar”, externou.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Ainda segundo o pré-candidato, a nova unidade hospitalar será construída na região da Vila Operária. “É uma região que tem quase 90 bairros e assim descentralizamos a saúde e conseguimos ter um atendimento melhor”, completou.

Para Paulo José saindo essa nova policlínica e essa nova UPA e as famílias se conscientizando que o trabalho preventivo pode ser feito nos postinhos de saúde e que não é preciso ir para a UPA, assim será possível resolver esse desafio que é a saúde de Rondonópolis.

O pré-candidato das Forças Progressistas também citou as quatro áreas no novo Centro Político e Administrativo (CPA) que servirão para a construção de um novo hospital regional, o Hospital de Diagnóstico Precoce e Tratamento do Câncer, uma unidade do Hospital Santa Rosa e um novo hospital universitário, que seria administrado pela Universidade Federal de Rondonópolis (UFR). “Esses projetos estão em andamento e quando eu digo que Rondonópolis pode se tornar polo regional na saúde, é só olharmos que hoje já estamos muito melhores que muitas cidades e se olharmos essas construções e essa descentralização da saúde, com certeza seremos polo”, concluiu.

search