Dollar R$ 5,42 Euro R$ 5,83
Dollar R$ 5,42 Euro R$ 5,83

Política Quinta-feira, 25 de Novembro de 2021, 14:43 - A | A

Quinta-feira, 25 de Novembro de 2021, 14h:43 - A | A

DE OLHO EM 2022

Deputados estão insatisfeitos com "aparições" de Gilberto Figueiredo

Jefferson Oliveira

Repórter | Estadão Mato Grosso

Felipe Leonel

Repórter | Estadão Mato Grosso

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi (PSB), disse que alguns deputados estão insatisfeitos com as 'aparições' do secretário de Saúde Gilberto Figueiredo, que estaria projetando seu nome para as eleições de 2022. Dentre os incomodados estão os deputados Eduardo Botelho (DEM) e Janaina Riva (MDB).

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

"Esse descontentamento existe por parte dos deputados, eles falam através da mídia. Agora tem o compromisso do governador [para os secretários que vão disputar as eleições deixarem os cargos], que vai ser no início do próximo ano. Foi feito com os deputados lá atrás", afirmou o parlamentar, que acrescentou não ter como fazer mais cobranças até o final deste prazo.

Ainda segundo Max, os deputados aceitaram o acordo e vão respeitar a decisão. Apesar da insatisfação de alguns parlamentares, Max afirma que o Governo do Estado prestigia os deputados nos eventos e entregas de obras.

Durante evento nesta quinta-feira (25), Gilberto Figueiredo assumiu o desejo de ser candidato, mas disse não ter apego ao cargo de secretário de Saúde. Afirmou ainda não haver necessidade de tanta preocupação por parte dos deputados e que ele trabalha quase 20 horas por dia para atender as demandas, além de não ficar procurando a imprensa para projetar sua imagem como candidato à Assembleia Legislativa.

"Esse cargo (secretário de Saúde) nunca foi um prêmio. Eu não sou candidato, sou pretenso candidato. Não existe candidatura antes das convenções e eu não nasci, não me transformei em político agora. A população tem que lembrar que eu era vereador quando aceitei esse desafio. Não fui para um parque de diversão, fui para o maior desafio da minha vida pessoal. Vou finalizar agora em dezembro 3 anos nesse calvário", afirmou.

Gilberto ainda lembrou de quando foi infectado com o novo coronavírus, em junho de 2020, e quando precisou ser internado, no final de 2020, no Hospital Albert Einstein, após apresentar quadro de pneumonia e inflação de ouvido, além de sintomas de uma nova infeção pela covid.

"Aqueles que pensam que eu tenho apego a esse cargo como se isso tivesse sido um prêmio para mim, estão equivocados", completou o secretário.

CONVOCAÇÃO 

O secretário também deve ir à Assembleia Legislativa nos próximos dias para responder questionamentos dos deputados sobre contratação de servidores para realização de cirurgias eletivas, que ficaram represadas durante a pandemia de covid e agora precisam ser retomadas. Os parlamentares questionam se será realizado um processo seletivo ou um concurso público para prover os profissionais necessários para a realização das cirurgias.

"É um direito dos deputados e uma obrigação daqueles que estão no serviço público. Não há nenhum problema de eu comparecer na Assembleia para dar explicações, seja como convidado ou convocado. Estarei lá, darei as explicações necessárias. O que vier para frente de decisão é o que nós, no conjunto da sociedade, vamos tomar", concluiu.

search