Dollar R$ 5,12 Euro R$ 5,56
Dollar R$ 5,12 Euro R$ 5,56

Política Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2022, 16:07 - A | A

Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2022, 16h:07 - A | A

PANDEMIA NO LEGISLATIVO

Com mais de 45 casos de covid, Botelho determina trabalho remoto na Assembleia

Rafael Machado

Repórter | Estadão Mato Grosso

Com mais de 45 servidores da Assembleia Legislativa que testaram positivo para covid-19, o presidente da Casa, Eduardo Botelho (União), anunciou no final da sessão extraordinária desta segunda-feira, 12 de dezembro, que vai adotar trabalho remoto para conter o avanço do vírus no Parlamento.

O teletrabalho já foi adotado na Assembleia durante o início da pandemia do coronavírus, em 2020, e foi retomado nos momentos em que o risco de infecção estava em alta.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

“Nós vamos voltar a fazer um trabalho, vamos fazer uma resolução, um ato da Mesa, para que venham para a Assembleia só aqueles que forem necessários e os demais possam fazer trabalho remoto, para que nós possamos segurar esse momento que está tendo uma explosão de casos, não só aqui, mas no país todo. Precisamos conter agora, principalmente agora. No final de ano, ninguém quer passar doente, com covid. Então, vamos fazer isso e todos os deputados se organizem para o trabalho dessa forma”, disse.

O deputado Lúdio Cabral (PT) foi um dos que testaram positivo recentemente. Nas redes sociais, ele comentou que estava com covid-19 pela segunda vez, mesmo tendo o ciclo vacinal completo.

A próxima sessão ordinária acontecerá na quarta-feira, 14 de dezembro, quando deve ter início a votação do projeto de lei que garante a renovação do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) adicional, que encerra no dia 30 de dezembro.

search