Dollar R$ 5,11 Euro R$ 5,55
Dollar R$ 5,11 Euro R$ 5,55

Política Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2024, 16:31 - A | A

Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2024, 16h:31 - A | A

OUÇA ÁUDIO

Buzetti diz que andou de VLT na Europa: “não adianta querermos ser o que não podemos ser”

Fernanda Leite

Repórter | Estadão Mato Grosso

A senadora Margareth Buzetti (PSD) disse que não defende o “VLT Cuiabano” proposto pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), porque, segundo ela, é inviável para Cuiabá por não ter passageiros suficientes para o modal. (Ouça áudio).

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

“Não adianta nós querermos ser o que não podemos ser”, diz ela. Buzetti esteve na semana passada no Ministério de Relações Institucionais, com o governador Mauro Mendes (UB) onde se reuniram com ministro Alexandre Padilha, para confirmar a veracidade da informação sobre a inclusão de Cuiabá no PAC mobilidade urbana.

“Aproveitamos para perguntar [ao ministro] sobre o que tinha de verdade na questão do VLT, porque foi anunciado que teria R$5 bilhões inseridos no PAC, mas o que tem é um papel entregue que nem foi analisado. Não tem nada oficial. O governador disse lá, que está fazendo o BRT e já tem 30% da obra concluída. E está entrando [a obra] em Cuiabá sem dinheiro federal. E tem o dinheiro aqui pra fazer o BRT [...]”, disse ela.

A reportagem questionou a senadora sobre a viabilidade de dois modais para Cuiabá, o VLT e BRT. Ela questiona quem vai subsidiar. “Não tem ônibus para fazer integração e vamos integrar com que? Eu andei de VLT na Europa é custo de taxi. E quem vai subsidiar, o trabalhador?”, compara, “esquecendo” que a moeda euro custa atualmente R$ 5,40.      

search