Dollar R$ 5,17 Euro R$ 5,62
Dollar R$ 5,17 Euro R$ 5,62

Polícia Domingo, 21 de Janeiro de 2024, 11:45 - A | A

Domingo, 21 de Janeiro de 2024, 11h:45 - A | A

PIRACEMA

VÍDEO: Sema devolve uma tonelada de peixe aos rios em três meses de operação

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) devolveu aos rios de Mato Grosso mais de uma tonelada de peixes em operações reallizadas em três meses de defeso da piracema. Ao todo, 1.016 peixes foram apreendidos durante as fiscalizações contra a pesca ilegal no Estado. Piraputanga, pacu, piau e pacupeva estão entre as espécies que retornaram à natureza. 

Os dados são da Coordenadoria de Fiscalização de Fauna da Sema-MT, que gerencia as operações de forma integrada com a Polícia Militar, Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA) e Polícia Civil.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Em Mato Grosso, o período da piracema teve início em 2 de outubro de 2023 e segue até 1º de fevereiro de 2024. Durante essa fase de “subida do peixe”, que nada contra a correnteza em busca de locais adequados para desova, possibilitando a reprodução, está proibida a pesca nos rios do Estado.

É permitida apenas a de subsistência e desembarcada, aquela praticada artesanalmente por populações ribeirinhas ou tradicionais para garantir a alimentação familiar, sem fins comerciais.

Os agentes ambientais estão em campo realizando o trabalho preventivo, por terra e água, como forma de orientar os pescadores e evitar que o peixe seja retirado da água durante o período de reprodução das espécies.

Quem desrespeitar as regras pode ter o pescado, veículos e equipamentos apreendidos, além de receber multa no valor de R$ 5 mil a R$ 200 mil, com acréscimo de até D$ 150 por kg de pescado, e ser conduzido à delegacia.

search