Dollar R$ 5,11 Euro R$ 5,55
Dollar R$ 5,11 Euro R$ 5,55

Opinião Quarta-feira, 28 de Dezembro de 2022, 07:38 - A | A

Quarta-feira, 28 de Dezembro de 2022, 07h:38 - A | A

LUCAS AZEVEDO

5 tendências para marketplaces em 2023

Lucas Azevedo

2022 foi um bom ano para o e-commerce e, ao que tudo indica, os próximos anos serão ainda melhores. De acordo com um novo relatório divulgado pela empresa de tecnologia financeira FIS, o comércio eletrônico deverá crescer mais de 55,3% até 2025 e atingir mais de US$8 trilhões em valor de transação. No contexto brasileiro, a pesquisa aponta que o aumento poderá ser de 95% até 2025, com valor de operações chegando a US$ 79 bilhões. É inegável o poder dos marketplaces na economia atual.

Pensando nisso, trago cinco tendências para os marketplaces em 2023 e nos próximos anos.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) entrou em vigor em setembro de 2020 e visa a proteção dos direitos de liberdade e privacidade, além de evitar o uso indevido e ilimitado dos dados pessoais. 2023 é o momento para adequar seu marketplace, caso ainda não tenha feito.

A Juntos Somos Mais já aplica a legislação e usa designs intuitivos para as políticas de privacidade, visando garantir a transparência sobre as práticas envolvendo as informações dos usuários da plataforma. Os dados pessoais de todos os usuários cadastrados são tratados de acordo com a legislação vigente e adotamos mecanismos apropriados para garantir a segurança dessas informações.

Inclusive, conquistamos recentemente duas certificações ISO que chancelam os procedimentos e políticas já colocados em prática.

Entregas mais ágeis

Um ponto importante a ser considerado pelos marketplaces é a entrega. O comprador não quer mais esperar dias e dias para receber o produto, por isso é preciso pensar em maneiras de agilizar e facilitar o envio.

Sabendo que a logística é essencial na decisão de compra pela internet, é fundamental buscar novas alternativas de entregas ou até pensar em formas de vender pelo site e possibilitar a retirada nas lojas físicas.

Crescimento no número de parceiros

Marketplaces cresceram muito em tamanho e em quantidade, devido à popularização deste tipo de negócio. Ao que tudo indica, e-commerces tendem a crescer ainda mais, principalmente, no número de parceiros.

Cada loja que entra em um marketplace sabe que terá mais visibilidade e acesso a um maior público. E, muitas vezes, isso pode aumentar o número de vendas dos produtos oferecidos, por isso é um ganho coletivo e que sempre será uma tendência.

Compras multicanal ou omnichannel

Esse termo não é novo, porém é uma tendência que durará um bom tempo. A ideia de integrar lojas físicas, virtuais e compradores é uma inovação e traz a possibilidade de eliminar a barreira entre o online e o off-line.

Com essa concentração de canais utilizados pela empresa, o consumidor não vê mais restrições de horário e local, por exemplo, já que o omnichannel possibilita diferentes interações, independente de restrições físicas. Essa experiência, quando bem aplicada, pode se transformar em fidelização de clientes.

Otimização de atendimento

Quanto mais um marketplace cresce, maior é a demanda em relação ao atendimento. Isso exige que as plataformas invistam em soluções que otimizem e melhorem o atendimento ao público.

É importante mapear os principais motivos de contato, entender a causa raiz do problema e buscar uma solução que se adeque a sua necessidade. Todas as dicas exigem um olhar atento ao mercado e às novas tecnologias. As inovações devem ser usadas a nosso favor, visando a melhoria dos negócios.

* Lucas Azevedo é formado em Administração pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, possui MBA em Gestão Comercial pela Fundação Getúlio Vargas e Digital Business Strategy pelo MIT Sloan School of Management. Com mais de uma década de experiência, já teve passagem pela Votorantim Cimentos. Atualmente é responsável pela operação da Loja Virtual na Juntos Somos Mais.

search