Dollar R$ 5,45 Euro R$ 5,94
Dollar R$ 5,45 Euro R$ 5,94

Mundo Segunda-feira, 23 de Novembro de 2020, 09:17 - A | A

Segunda-feira, 23 de Novembro de 2020, 09h:17 - A | A

ABSURDO

Apoiador de Trump é acusado de agressão após tossir em mulheres em protesto

UOL | São Paulo

Um apoiador do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi acusado de agressão depois de tossir propositalmente em duas mulheres do lado de fora do campo de golfe do mandatário, localizado na Virgínia.

Identificado como Raymond Deskins, 61 anos, o homem foi liberado sob intimação depois que um cidadão obteve um mandado de um magistrado do condado, informou o site TMZ.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

O vídeo que viralizou nas redes sociais mostra Deskins tossindo em duas mulheres não identificadas depois que uma delas pede a ele para sair dali e aponta que ele não está usando uma máscara em meio ao agravamento da pandemia de coronavírus.

"Isso é agressão", disse uma das mulheres depois. "Eu respirei em você," respondeu o homem.

Manifestantes e apoiadores se reúnem regularmente em frente à entrada do clube quando Trump joga. No sábado, o republicano saiu para jogar golfe depois de fazer uma breve aparição na cúpula do G20, organizada pela Arábia Saudita de forma virtual devido à covid-19.

Deskins estava vestindo uma camisa de apoio a Trump e usava uma boia com a imagem do presidente na cintura.

Trump, que ainda não admitiu a derrota para Joe Biden na eleição presidencial, minimizou diversas vezes a gravidade da covid-19, apesar de ter sido internado por causa da doença em outubro.

Os Estados Unidos são o país mais atingido pela covid-19 com mais de 12 milhões de casos registrados e 256.798 mil mortes, segundo dados da Universidade Johns Hopkins.

 

search