Dollar R$ 5,43 Euro R$ 5,83
Dollar R$ 5,43 Euro R$ 5,83

Judiciário Sexta-feira, 12 de Novembro de 2021, 15:15 - A | A

Sexta-feira, 12 de Novembro de 2021, 15h:15 - A | A

DIFAMAÇÃO

Vidal pede cassação de Michelly Alencar

Jefferson Oliveira

Repórter | Estadão Mato Grosso

O vereador Sargento Vidal (Pros) fez uma representação contra a sua colega de Câmara Municipal, Michelly Alencar (DEM), após uma confusão envolvendo os dois no parlamento municipal. Vidal acusa Michelly de incentivar a população a atacar vereadores da base do prefeito.

De acordo com ele, no início do mês de novembro, Michelly teria usado as suas redes sociais postando uma matéria insinuando que vereadores da base do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), estariam recebendo um cheque com boas cifras para votarem contra a instauração de uma Comissão Processante que investigaria o prefeito.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

Vidal alega que Michelly também realizou uma enquete instigando a população contra os parlamentares, "atacando o trabalho e a honra" dos demais vereadores. O vereador chegou a registrar um boletim de ocorrências contra o colega.

Na representação de Vidal diz que este fato idealizado por Michelly em sua rede social abusou do direito de manifestação, o que cabe ser enquadrada em uma quebra de decoro.

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso canal no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

“Diante do flagrante abuso de prerrogativa parlamentar, se faz necessário a intervenção dessa Casa para que, casse o mandato do edil representado. As ações da vereadora Michelly Alencar revelam uma clara afronta ao comportamento compatível com o decoro parlamentar[...] Os atos da representada quebra o decoro parlamentar, pois infere em ilícito penal; basta demonstrar que fere a dignidade da Câmara Municipal, desprestigia a respeitabilidade do mandato ou atenta contra a moralidade dos vereadores que votam contrários ou possuem convicções diversas a dela, o que de pronto, também justifica a presente reclamação”, diz parte da representação de Vidal.

A representação será apreciada pela Comissão de Ética na Câmara Municipal e Vidal ainda solicita o afastamento da democrata durante os trabalhos da comissão.

search