Dollar R$ 5,45 Euro R$ 5,83
Dollar R$ 5,45 Euro R$ 5,83

Judiciário Quinta-feira, 18 de Novembro de 2021, 09:21 - A | A

Quinta-feira, 18 de Novembro de 2021, 09h:21 - A | A

AFASTADO HÁ UM MÊS

MP apresenta denúncia e julgamento de Emanuel para retornar à Prefeitura é adiado

Emanuel foi afastado no dia 19 de outubro, na Operação Capistrum

Felipe Leonel

Repórter | Estadão Mato Grosso

O desembargador Luiz Ferreira da Silva, do Tribunal de Justiça (TJMT), adiou o julgamento de um recurso do prefeito afastado Emanuel Pinheiro (MDB) para retornar à Prefeitura de Cuiabá. O julgamento estava marcado esta quinta-feira (18) na Turma de Câmaras Criminais Reunidas, mas foi adiado após o Ministério Público Estadual (MPMT) apresentar denúncia contra o gestor.

A denúncia foi apresentada nessa quarta-feira (17).

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

“Diante disso, para melhor analisar o presente caso, com fulcro no art. 92, § 9º do Regimento Interno deste Tribunal de Justiça, determino o adiamento do julgamento deste recurso de agravo interno para a próxima sessão possível da Turma de Câmaras Criminais Reunidas”, diz o desembargador em seu despacho.

Emanuel foi afastado no dia 19 de outubro, na Operação Capistrum, que apura contratação irregular de servidores temporários e o pagamento irregular do ‘prêmio saúde’ para os servidores. O MP sustenta que as contratações e pagamentos eram feitos a indicados por políticos, em troca de apoio político.

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Consta ainda no despacho que a denúncia do MP tem 128 páginas, mas seu teor ainda não foi divulgado.

search