Dollar R$ 5,17 Euro R$ 5,61
Dollar R$ 5,17 Euro R$ 5,61

Judiciário Quarta-feira, 23 de Novembro de 2022, 12:07 - A | A

Quarta-feira, 23 de Novembro de 2022, 12h:07 - A | A

TERRORISMO NA ESTRADA

Juiz decreta prisão preventiva de bolsonaristas que incendiaram carretas em Sinop

Suspeitos foram presos em flagrante com armas e material para confecção de bombas incendiárias

Felipe Leonel

Repórter | Estadão Mato Grosso

O juiz Jefferson Schneider, da 5ª Vara Federal de Mato Grosso, converteu as prisões em flagrante de Olair Correia e Danilo José Ribeiro de Souza em prisões preventivas. Eles foram presos em flagrante ao atear fogo em um caminhão para bloquear rodovias em Sinop. A prisão ocorreu na última segunda-feira (21).

O juiz também determinou que a polícia esclareça o fato de Olair Correia também possuir documentos em outro nome, Olair Bruno Evangelista, além de autorizar a quebra de sigilo telefônico dos acusados.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

No momento da prisão, os acusados estavam na mesma caminhonete que foi filmada no momento que um caminhão foi atacado em Sinop e incendiado. Dentro do veículo, estavam 7 recipientes com gasolina, estopa e isqueiro, materiais usados para fabricação de bombas incendiárias caseiras. Eles também estavam em posse de uma arma de fogo e armas brancas, o que reforçou a periculosidade dos acusados. O veículo tinha um adesivo de apoio à reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL) na tampa traseira.

“Em razão da necessidade de se resguardar a ordem pública, sob os fundamentos da gravidade concreta do crime, da periculosidade social dos agentes e da possibilidade concreta de reiteração criminosa, entendo que somente a prisão preventiva poderá preservar a ordem pública, pois qualquer outra medida cautelar revela-se insuficiente”, disse o juiz.

No entendimento do magistrado, há fortes indícios de que os custodiados participaram de forma ativa nos atos antidemocráticos em Sinop, já que Olair até gravou vídeo solicitando apoio financeiro para manter as manifestações que pedem golpe de Estaddo.

Para o magistrado, isso revela uma “conduta premeditada, organizada, continuada e com nítida escalada de violência tendente a obstruir a livre circulação de pessoas e veículos no Estado de Mato Grosso, tudo com o aparente objetivo de impugnar o resultado das urnas, cujo resultado já foi proclamado pelo Tribunal Superior Eleitoral”.

search