Dollar R$ 5,38 Euro R$ 5,76
Dollar R$ 5,38 Euro R$ 5,76

Esportes Terça-feira, 29 de Novembro de 2022, 20:00 - A | A

Terça-feira, 29 de Novembro de 2022, 20h:00 - A | A

PODERIO OFENSIVO

Tite confirma dependência de Neymar após jogo sofrido

Daniel Guimarães

Repórter | Estadão Mato Grosso

Mesmo não desempenhando uma grande partida diante da Suíça na segunda rodada da fase de grupos da Copa do Mundo, a seleção brasileira conseguiu superar as adversidades dentro de campo e saiu com a vitória, carimbando a classificação para as oitavas de final da competição.

Em um jogo amarrado, o Brasil pareceu ter sentido a falta do camisa 10, Neymar, que ficou fora da partida após lesionar o tornozelo no primeiro jogo da Copa, contra a Sérvia. O substituto para a posição foi Lucas Paquetá, que foi adiantado de segundo volante para a armação de jogadas.

No lugar de Paquetá, Fred entrou para fazer companhia a Casemiro na cabeça da área. Porém, o esquema não funcionou da forma que o técnico Tite esperava. Em entrevista após o jogo, ele confirmou que Neymar fez falta para a seleção.

“A equipe faz a estrela, claro que o Neymar ele tem atributos diferentes. No momento mágico, ele finta um, dribla e clareia... uma coisa assim: o que ele fez? Ele tem essa capacidade. Outros jogadores estão nesse processo para atingir um nível (alto), tomara que atinjam. Então, sente sim, sente a falta do Neymar, o poderio da equipe ofensivo sente, mas também tem atletas que podem dar conta do recado”, disse.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

A seleção sofreu para criar chances de gols na primeira parte do jogo e só melhorou no segundo tempo, após as entradas de Rodrygo e Bruno Guimarães, que deram novo ritmo à equipe e potencializaram o desempenho de outros atletas. Foi o caso de Casemiro, que se sentiu mais à vontade jogando ao lado de Bruno. O mesmo parece ter ocorrido com Vinicius Júnior ao jogar ao lado de Rodrygo.

Segundo Tite, esta situação ocorreu apenas porque o Brasil vive um processo longo sob seu comando e, consequentemente, as peças em campo vão desenvolvendo certa afinidade no gramado.

“Quem venceu hoje foi o processo, foi o tempo de quatro anos de utilização de atletas, para que eles possam desenvolver a naturalidade mesmo jovens, aproveitando nos seus clubes e dando oportunidade. Se não, é muito difícil. O processo venceu hoje”, afirmou.

Com a classificação garantida, o Brasil agora encara a seleção de Camarões. A equipe africana precisa vencer para sonhar com uma vaga na próxima fase. A partida será disputada nesta sexta-feira, 2 de dezembro, às 15h (horário de MT).

Como o cenário é favorável para o Brasil no próximo duelo, Tite deve rodar a equipe e dar chances a jogadores que ainda não tiveram oportunidades para jogar. Dos 26 jogadores convocados, sete ainda não entraram em campo: Ederson, Weverton, Daniel Alves, Bremer, Fabinho, Everton Ribeiro e Pedro.

*Estagiário sob supervisão do editor Gabriel Soares

search