Dollar R$ 5,57 Euro R$ 6,07
Dollar R$ 5,57 Euro R$ 6,07

Economia Terça-feira, 02 de Julho de 2024, 21:13 - A | A

Terça-feira, 02 de Julho de 2024, 21h:13 - A | A

AGRICULTURA FAMILIAR

Pecuária leiteira impulsiona economia de 118 municípios de MT

Pollyana Araújo | Secom-MT

Dados do Sistema Estadual Integrado de Agricultura Familiar (SEIAF), da Secretaria de Agricultura Familiar de Mato Grosso, revelam as principais atividades econômicas dos 141 municípios do Estado. A pesquisa com informações inseridas pelos municípios no primeiro semestre deste ano destaca a importância da agricultura e da pecuária, com a pecuária leiteira emergindo como a atividade mais relevante.

A pecuária leiteira – que é incentivada e apoiada pelo Governo de Mato Grosso com o Programa MT Produtivo Leite - é a atividade apresentada como mais relevante, sendo considerada de grande importância em 118 municípios, o que representa 83,69% das localidades. Este setor não se destaca apenas pela produção de leite, mas também pelo impacto econômico e social que gera nas comunidades rurais, proporcionando emprego e sustento para inúmeras famílias.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Além da pecuária leiteira, outras atividades agrícolas desempenham papéis significativos na economia local. São elas:

- Piscicultura/Aquicultura: Presente em 83 municípios (58,87%), a criação de peixes tem se mostrado uma alternativa lucrativa

- Mandiocultura: Com 77 municípios (54,61%), o cultivo de mandioca é essencial, contribuindo para a alimentação e a economia local

- Fruticultura/Olericultura: Envolvendo 70 municípios (49,65%), destaca-se pela diversidade de frutas e hortaliças produzidas.

- Apicultura (mel): Praticada em 64 municípios (45,39%), a produção de mel é uma importante fonte de renda para pequenos agricultores

- Bananicultura: A produção de bananas ocorre em 54 municípios (38,3%).

O SEIAF coleta dados que identifiquem o volume, tipos de produtos comercializados e o retorno financeiro promovido pelos itens cultivados por agricultores familiares, com o objetivo de subsidiar políticas públicas para o setor.

O secretário de Agricultura Familiar do Estado, Luluca Ribeiro, pontuou que essas informações reafirmam que essas atividades contribuem com a economia dos municípios e têm um papel vital na segurança alimentar e na geração de empregos. Ele ainda destacou as ações do Governo para o fortalecimento da agricultura familiar.

“O Governo do Estado tem investido no fortalecimento e expansão dessas culturas pelo programa MT Produtivo, com a entrega de mudas, caixas de abelha, novilhas prenhes e outros investimentos para melhorar a genética do rebanho leiteiro”, ressaltou.

O SEIAF foi criado com base na Lei Complementar n° 746, de 25 de agosto de 2022, que estabeleceu normas relativas ao cálculo dos Índices de Participação dos Municípios (IPM) para a distribuição dos recursos arrecadados com ICMS, beneficiando a agricultura familiar.

search