Dollar R$ 5,42 Euro R$ 5,82
Dollar R$ 5,42 Euro R$ 5,82

Cidades Sexta-feira, 24 de Dezembro de 2021, 08:40 - A | A

Sexta-feira, 24 de Dezembro de 2021, 08h:40 - A | A

ANO LETIVO DE 2022

CEE homologa matriz curricular para novo ensino médio em MT

Evelyn Ribeiro | Seduc-MT

O Conselho Estadual de Educação (CEE) homologou o Documento de Referência Curricular para Mato Grosso - Etapa do Ensino Médio, proposto pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc). A resolução normativa foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (22.12) e assinada pelo secretário estadual de Educação, Alan Porto.

As mudanças para os estudantes iniciam no próximo ano, de forma gradativa, com os matriculados no 1º ano do Ensino Médio. Os alunos dos 2º e 3º anos darão terminalidade aos estudos na matriz vigente. O documento foi montado com base nas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) e na Base Nacional Comum Curricular (BNCC). A formação integral expressa valores, aspectos físicos, cognitivos e socioemocionais.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

A etapa Ensino Médio terá carga horária anual mínima de 1.000 (mil) horas, totalizando 3 mil horas. Das 3 mil horas, 1.800 serão para a Formação Geral Básica, com aprendizagens previstas na BNCC, e o restante da jornada (no mínimo 1.200 horas) para os Itinerários Formativos.

“O Novo Ensino Médio é uma de nossas prioridades a serem trabalhadas no próximo ano letivo, pois além de dar condições do estudante de prosseguir nos estudos, ele conseguirá se preparar – escolhendo uma formação que se identifique e, posteriormente, atender as exigências do mercado de trabalho”, destacou o secretário de Educação, Alan Porto.

A Formação Geral Básica deverá ser organizada pelas quatro áreas do conhecimento como, Linguagens e suas Tecnologias, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias.

Os itinerários formativos, parte flexível do currículo, são constituídos por trilhas de aprofundamento, projeto de vida, e eletivas. As trilhas de aprofundamento compreendem o aperfeiçoamento em uma ou mais áreas do conhecimento, articulado com os temas contemporâneos transversais, educação profissional técnica de nível médio, cursos de qualificação profissional ou Programa de Aprendizagem Profissional.

search