Dollar R$ 5,42 Euro R$ 5,82
Dollar R$ 5,42 Euro R$ 5,82

Política Segunda-feira, 01 de Novembro de 2021, 09:41 - A | A

Segunda-feira, 01 de Novembro de 2021, 09h:41 - A | A

TUDO PLANEJADO

Stopa diz que demissões e auditorias foram programadas por Emanuel Pinheiro

Jefferson Oliveira

Repórter | Estadão Mato Grosso

O prefeito interino de Cuiabá, José Roberto Stopa (PV), afirmou que as demissões e auditorias na folha de pagamento que estão sendo realizadas pela Prefeitura já haviam sido programadas pelo prefeito afastado Emanuel Pinheiro (MDB), e que ele apenas seguiu o cronograma.

De acordo com Stopa, o prefeito havia programado em maio uma série de auditorias em todas as pastas e teria, inclusive, publicado uma portaria para regulamentar o processo.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

“A auditoria havia sido determinada em maio pelo prefeito Emanuel Pinheiro. Então, na verdade, eu afirmo a vocês que isso já era algo planejado e eu apenas estou dando sequência. Obviamente foquei na saúde pelos problemas que ocorreram, mas já havia sido auditada a Limpurb e outras secretarias. O prefeito já havia determinado a auditoria em todas as secretarias desde maio. Existe uma portaria e só estou dando continuidade e fazendo tudo possível para que Cuiabá continue desenvolvendo e crescendo”, disse Stopa.

Stopa ainda disse que está desenvolvendo o serviço que se prestou a fazer quando assumiu o cargo de vice-prefeito e que vai entregar uma Cuiabá melhor e mais estruturada. Disse ainda que está disposto a conversar com o governador para receber obras na capital.

 - FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Na última sexta-feira (29), Stopa visitou o Palácio Paiaguás e se reuniu com o então governador em exercício, Otaviano Pivetta (sem partido), para um 'encontro de cortesia'.

“Cuiabá é uma cidade que precisa se desenvolver, [o governo] oferecendo um termo de convênio com o município obviamente vamos tocar da melhor forma possível”, pontuou.

search