Dollar R$ 5,43 Euro R$ 5,93
Dollar R$ 5,43 Euro R$ 5,93

Política Domingo, 20 de Dezembro de 2020, 16:31 - A | A

Domingo, 20 de Dezembro de 2020, 16h:31 - A | A

CÂMARA INDEPENDENTE

Emanuel descarta intervir na eleição da Mesa: "jogo de perde-perde"

Allan Mesquita
FolhaMax

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) garantiu que não vai interferir na eleição da Mesa Diretora da Câmara de Cuiabá para entrar em um jogo de “perde-perde”. A eleição ocorre no dia 1º de janeiro, logo após a posse dos parlamentares. 

“Apesar do pessoal sempre entender ao contrário, eu tenho costume de não me envolver nas questões internas do legislativo. Toda vez que o chefe do Executivo envolve no legislativo, mesmo quando ele ganha, ele acaba perdendo. Aí fica o jogo do perde-perde”, pontuou. 

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Nesta terça-feira (16), um dos principais aliados do emedebista, o vereador Renivaldo Nascimento (PSDB), anunciou que não iria mais disputar a presidência do legislativo cuiabano. Ao recuar do pleito, o parlamentar revelou a existência de conflitos nas articulações, inclusive na base governista.

Além de Nascimento, Adevair Cabral (PTB), outro nome que se apresentou como possível candidato, também recuou.  Com isso, da base de Emanuel, restaram somente os vereadores "veteranos" Marcrean Santos (PP) e Juca do Guaraná (MDB), além do novato Demilson Nogueira (PP).

 

Apesar do entrave, Emanuel espera que as articulações sejam resolvidas sem “fissuras”, inclusive entre seus alidos. “Isso acaba tendo fissuras, mágoas, discussões, então eu só tenho pedido que nossa base se una porque precisa Cuiabá precisa de estabilidade”, concluiu.

search