Dollar R$ 5,57 Euro R$ 6,07
Dollar R$ 5,57 Euro R$ 6,07

Política Terça-feira, 02 de Julho de 2024, 19:33 - A | A

Terça-feira, 02 de Julho de 2024, 19h:33 - A | A

MONTANDO PLANO

Botelho faz debate de plano de governo com educadores nesta semana

Assessoria de Imprensa

A partir desta semana, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (União), começa a debater o plano de governo com setores da sociedade para, além de apresentar algumas propostas, também ouvir as sugestões para as principais áreas e poder apresentar um plano que seja exequível, mas também tenha a participação da população com as principais demandas. Na quinta-feira (4), o pré-candidato, que é também é professor, irá começar a rodada de debate com representantes da Educação para debater as propostas da área. O evento será na sede do União Brasil.

“A gente já está há algum tempo estudando Cuiabá. Buscando informações para poder montar um plano que seja viável para nossa capital, mas agora queremos ouvir a sociedade, porque o plano de governo é algo que nunca está 100% fechado, sempre é possível alterar, trazer novas ideias, sugestões, e nada melhor que fazer isso junto com a sociedade”, afirmou.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Botelho passou 17 anos dentro da sala de aula como professor de Matemática e Física e sabe da importância de se debater a Educação, que é uma área que afeta várias outras. “É com a educação que se transforma a sociedade, que conscientiza a população, e a prefeitura é responsável justamente pelos anos iniciais, fase fundamental para alfabetização, e essencial para o desenvolvimento das crianças. Quero muito focar na qualidade do ensino, melhorar a nota do Ideb, e valorizar os profissionais da educação, mas tenho certeza que ao ouvir a sociedade vamos ter mais ideias que vão aprimorar as nossas sugestões iniciais”, declarou.

Cuiabá também sofre com um déficit de creche para crianças de 0 a 3 anos que precisa ser foco do próximo gestor. Botelho destaca que é inadmissível que faltem vagas em creches na capital do estado. “Uma mãe precisa ter onde deixar seus filhos para poder trabalhar. Temos muitas famílias comandadas por mulheres, além disso, queremos garantir que essas mulheres também tenham independência, e a vaga em creche é fundamental para que essas mulheres possam se inserir no mercado de trabalho. Vamos focar nisso também, mas queremos também uma creche que seja também interativa, que estimule as crianças desde cedo e a prepare para a fase da alfabetização”, explicou.

Além da educação, serão debatidos ainda a questão da mobilidade urbana e infraestrutura, saúde e a gestão fiscal de Cuiabá.

search