Dollar R$ 5,43 Euro R$ 5,93
Dollar R$ 5,43 Euro R$ 5,93

Polícia Sexta-feira, 14 de Junho de 2024, 09:52 - A | A

Sexta-feira, 14 de Junho de 2024, 09h:52 - A | A

MORREU NO HOSPITAL

Homem que roubou moto de traficante defecou pela boca após levar salve

Da Redação

Redação | Estadão Mato Grosso

Após roubar a moto de um traficante, Onyclei de Souza, também conhecido como "Jhony Trocado" ou "Japão" foi torturado por membros de uma facção criminosa e chegou a defecar pela boca. A informação foi passada pelo delegado da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Nilson Farias, nesta quinta-feira, 13 de junho. As investigações são frutos da operação Operação Sicários que tem objetivo de esclarecer homicídios nas cidades.

O crime ocorreu em março de 2023. A vítima era usuária de entorpecentes e de álcool e passou por uma casa de recuperação, na Comunidade Pai André, em Várzea Grande. Japão tinha o costume de frequentar bares da região e, às vezes, cometia furtos quando estava embriagado.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

“Essas pessoas, elas pegaram o cidadão que praticou pequenos furtos no bairro e eles deram um salve. Eles bateram tanto que esse cidadão chegou no hospital defecando pela boca e acabou falecendo. Antes de chegar nessa situação eles levaram a pessoa para frente de uma clínica de reabilitação e jogaram ele lá. Isso porque ele já passou por um processo de reabilitação”, disse Nilson.

As investigações miraram um grupo que aplica "disciplina" de uma facção criminosa de Várzea Grande, contra pessoas que cometem pequenos delitos no município. Em 2022 a Polícia Judiciária Civil realizou buscas e apreensões que resultaram na operação deflagrada nesta quinta-feira.

A operação foi deflagrada para cumprir oito mandados de prisão e oito de buscas e apreensão contra os investigados. A ação faz parte do planejamento estratégico da unidade especializada no enfrentamento à atuação de organizações criminosas que usam de violência extrema, coação e tortura para fazer cumprir as regras impostas pelo bando. Os mandados judiciais foram cumpridos na capital de Mato Grosso, em Várzea Grande e na cidade de Goiânia (GO).

O planejamento da DHPP teve início com a análise criminal e mapeamento de inquéritos policiais que reuniam indícios de autoria de crimes praticados a mando de facções criminosas na região metropolitana de Cuiabá.

search