Dollar R$ 5,45 Euro R$ 5,94
Dollar R$ 5,45 Euro R$ 5,94

Mundo Quinta-feira, 12 de Novembro de 2020, 15:16 - A | A

Quinta-feira, 12 de Novembro de 2020, 15h:16 - A | A

SEIS MORTOS AMERICANOS

Helicóptero de força internacional cai no Egito e deixa 8 mortos

Seis dos mortos seriam americanos. Aeronave fazia voo de observação a serviço de força que monitora se Península do Sinai está devidamente desmilitarizada.

AFP

Oito membros de uma força multinacional de observadores, incluindo seis americanos, um francês e um tcheco, morreram nesta quinta-feira quando o helicóptero em que estavam caiu no Sinai egípcio, informou uma fonte israelense à AFP.

Um membro americano da força sobreviveu ao acidente e foi levado receber atendimento médico, segundo o comunicado que diz que o acidente ocorreu durante uma "missão de rotina perto de Sharm el Sheik, no Egito".

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

"Estamos investigando ativamente um incidente no qual um de nossos helicópteros está implicado", declarou Brad Lynch, chefe desta força, à AFP.

Os anexos ao tratado de paz israelense-egípcio de 1979 preveem a desmilitarização do Sinai, onde desde o início dos anos 1980 esta força multinacional (Multinational Force and Observers) está posicionada, garantindo o cumprimento do acordo.

Israel é um dos países fundadores dessa missão, que não está vinculada às Nações Unidas.

A força conta com cerca de 1.100 soldados de diversos países, destacados no Sinai egípcio, onde estão presentes vários grupos armados, como a organização Estado Islâmico (EI).

search