Dollar R$ 5,42 Euro R$ 5,83
Dollar R$ 5,42 Euro R$ 5,83

Mundo Domingo, 14 de Novembro de 2021, 21:04 - A | A

Domingo, 14 de Novembro de 2021, 21h:04 - A | A

Com recordes de contágio, países europeus voltam com as medidas anti-covid

Países da Europa têm voltado a impor restrições para tentar controlar a pandemia de Covid-19.

A epidemia do coronavírus se agravou no continente nas últimas semanas, com aumento de novos contágios, principalmente entre a população não vacinada. A Europa responde por mais da metade da média mundial de infecções na semana passada, de acordo com uma contagem da agência de notícias Reuters.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

Na sexta-feira (12), o Centro Europeu de Controle de Doenças (ECDC), agência sanitária europeia, afirmou que dez países estão em situação "muito preocupante" e outros dez “preocupante” (veja as listas abaixo).

 

Restrições na Alemanha
Em alguns estados da Alemanha, espera-se que na segunda-feira (15) entrem em vigor restrições mais severas para os não vacinados, como a proibição de frequentar bares, restaurantes, piscinas públicas e outros espaços fechados em parte do país.

Ainda evita-se impor a vacinação obrigatória, mesmo em setores profissionais mais sensíveis.

A Alemanha registrou neste domingo (14) mais 33 mil novos casos de coronavírus e ultrapassou a marca de 5 milhões de incidências desde o início da pandemia.

O número de pessoas que morreram por complicações associadas à Covid-19 na Alemanha é de 97,7 mil.

No sábado, a chanceler federal Angela Merkel pediu àqueles que ainda não se vacinaram a fazê-lo. A Alemanha regista uma taxa de cidadãos com vacinação total de 67,5%. O número está estagnado há semanas.

Áustria impõe confinamento aos não vacinados

As pessoas não vacinadas ou que não contraíram recentemente a Covid-19 terão que obedecer um confinamento a partir de segunda-feira (15) na Áustria, uma medida inédita na União Europeia.

"A situação é grave. Não adotamos a medida de maneira leve, mas infelizmente é necessária", disse o chanceler Alexander Schallenberg em uma entrevista coletiva em Viena.

Quase 65% da população recebeu as duas doses da vacina na Áustria, percentual inferior à média europeia, que é de 67%, e longe de países como Espanha (79%) e França (75%). 

Holanda voltou a lockdown parcial

A Holanda voltou a implementar um lockdown parcial neste sábado (13). O governo deu ordem para que os restaurantes e lojas fechem cedo e também proibiu que eventos esportivos ocorram com público.

O primeiro-ministro Mark Rutte afirmou que as as restrições devem durar três semanas.

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso canal no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Lojas de produtos não essenciais e até mesmo supermercados vão fechar mais cedo, e medidas de distanciamento social serão impostas novamente.

Lista de países do Centro de Controle de Doenças

Em sua última avaliação de risco, o Centro Europeu de Controle de Doenças (ECDC) declarou que a situação epidemiológica no bloco europeu é de um rápido e significativo aumento dos casos e uma lenta baixa na taxa de mortalidade.

Com a progressiva alta dos contágios desde o início da temporada mais gelada no continente, o quadro deve sofrer alterações em breve. "Espera-se que os casos, hospitalizações e mortes aumentem durante as próximas duas semanas", diz a agência.

Países onde a situação é muito preocupante:

Bélgica,
Polônia,
Holanda,
Bulgária,
Croácia,
República Tcheca,
Estônia,
Grécia,
Hungria e
Eslovênia.

Países onde a situação é preocupante:

Áustria,
Dinamarca,
Finlândia,
Alemanha,
Irlanda,
Letônia,
Lituânia,
Luxemburgo,
Romênia e
Eslováquia

Além de três países europeus que não fazem parte do bloco:

Noruega,
Islândia e
Liechtenstein.

search