Dollar R$ 5,11 Euro R$ 5,55
Dollar R$ 5,11 Euro R$ 5,55

Esportes Quinta-feira, 24 de Novembro de 2022, 07:10 - A | A

Quinta-feira, 24 de Novembro de 2022, 07h:10 - A | A

RUMO AO HEXA!

Após quatro anos, Brasil volta a campo pela Copa; escalação deve ser ofensiva

Tite deve escalar time inédito contra a Sérvia

Daniel Guimarães

Repórter | Estadão Mato Grosso

A espera acabou! Após quatro anos, o Brasil volta a entrar em campo em uma partida de Copa do Mundo nesta quinta-feira, 24 de novembro, no Catar. A seleção canarinho enfrentará a Sérvia no estádio Lusail, em Al Daayen, às 15h (horário de MT).

Para o jogo, o técnico da seleção brasileira, Tite, promete uma escalação inédita. Após optar por um esquema com dois volantes na maioria dos jogos que antecederam o Mundial, a seleção de Tite pode entrar em campo com apenas um cabeça de área, que será Casemiro.

Ao lado do volante, ao que tudo indica, o Brasil deverá ter Lucas Paquetá auxiliando como segundo volante e ajudando Neymar na armação. Nas extremidades ofensivas, Raphinha deve preencher o lado direito, enquanto Vinicius Júnior deverá jogar pela esquerda. O centroavante será Richarlison.

Este esquema ofensivo já foi usado por Tite contra a seleção de Gana, em amistoso realizado em setembro, quando o Brasil venceu por 3 a 0. Porém, a possível escalação contra a Sérvia pode ser inédita pelo fato de que, na formação contra os africanos, o treinador brasileiro teve que contar com Éder Militão na lateral direita e Alex Telles na lateral esquerda, pois Danilo e Alex Sandro, que devem ser titulares no jogo de hoje, estavam machucados na época.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Apesar de a equipe inicial estar praticamente decidida, Tite não quis revelar a escalação para que a Sérvia não possa antecipar suas táticas.

“A equipe não vou definir, para não dar ao adversário a oportunidade de saber. As variações vocês sabem e não vou falar. Eu faço escolhas, agrado a uns e outros, não. Isto é da escolha e da função do técnico, mas os atletas do meio para frente se escolheram também. Em cada clube, eles estão com protagonismo e qualidade excepcionais”, disse.

O técnico brasileiro ainda demonstrou respeito com a seleção europeia, que, segundo ele, tem um forte esquema defensivo e passa boa parte de seus jogos sem sofrer gol. Para contrapor esse potencial dos sérvios, Tite pretende criar um ponto de equilíbrio no meio de campo, ainda mantendo o esquema com forte pegada ofensiva.

“É uma equipe que tem percentual de gols altíssimo, não tomou gols em 22 dos 29 jogos em Eliminatórias. Não acredito em encher de atacantes, nem em encher de defensor. Eu entendo que o ponto de equilíbrio está no meio-campo, nas movimentações. E aí, sim, ter uma equipe equilibrada”, encerrou.

PROVÁVEIS ESCALAÇÕES

Brasil: Alisson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro; Casemiro, Lucas Paquetá e Neymar; Raphinha, Vinicius Junior e Richarlison. Técnico: Tite.

Sérvia: Vanja Milinkovic-Savic; Milenkovic, Stefan Mitrovic e Pavlovic; Zivkovic, Gudelj, Sergej Milinkovic-Savic, Mladenovic (Kostic) e Tadic; Jovic e Vlahovic. Técnico: Dragan Stojkovic.

*Estagiário sob supervisão do editor Gabriel Soares

search