Dollar R$ 5,57 Euro R$ 6,07
Dollar R$ 5,57 Euro R$ 6,07

Eleições 2020 Quinta-feira, 19 de Novembro de 2020, 15:00 - A | A

Quinta-feira, 19 de Novembro de 2020, 15h:00 - A | A

SEGUNDO TURNO

Depois de embates, Aécio declara apoio a Abílio e esclarece "problemas" com vice

Rafael Machado

Depois de ter disparado críticas a Abílio durante a campanha no primeiro turno, o advogado Aécio Rodrigues (PSL) declarou apoio ao candidato do Podemos para o segundo turno da eleição para prefeito de Cuiabá. Rodrigues anunciou seu posicionamento ao lado de Gisela Simona (PROS), terceira colocada do pleito, nesta quinta-feira (19), em coletiva de imprensa. 

O advogado comentou que seu apoio é devido às propostas de campanhas serem parecidas, principalmente no combate à corrupção e "quebra do sistema". 

"O objetivo da nossa campanha, as propostas que a gente apresentou, sempre foram muitas parecidas e é esse objetivo que a gente quer seguir, principalmente na questão do combate à corrupção, mas também na quebra do sistema que tem mais de 20 anos dentro de Cuiabá. Eu acredito que só Abílio pode fazer isso, não tem como caminhar em outro lado", disse. 

Aécio teve alguns embates com o "parceiro" durante a campanha no primeiro turno, principalmente após a saída do candidato a vice-prefeito da chapa dele, Professor LAC (PRTB), para compor aliança com Abílio. Na época, o advogado acusou seu adversário de estar "loteando" secretarias em troca de apoio político. Sobre esse episódio, Aécio disse que tudo foi esclarecido após a eleição. 

"Tivemos uma conversa franca de um pro outro, ele falou: 'desculpa, não ocorreu nada disso'. Eu sou amigo do Abílio, do Diego [Guimarães, vereador], do Wellaton [candidato a vice-prefeito] de todos eles... Não teria como caminhar. Inclusive, fui convidado na época das coligações para ser vice do Abílio, pra estar junto na coligação do Wellaton, e, felizmente, decidi seguir um caminho que foi muito positivo pra mim, foi uma campanha propositiva e pude mostrar o que queria pra Cuiabá", comentou. 

Aécio frisou que o seu apoio é individual e que seu partido, o PSL, ainda está discutindo sobre a possível adesão à campanha de Abílio. 

Segundo turno - Abílio enfrenta Emanuel Pinheiro (DEM) no segundo turno, que acontece no próximo dia 29. Emanuel ficou em segundo lugar com 82.367 votos, o que representou 30,64% do total, contra 90.631 de Abílio que liderou.    

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

search