Dollar R$ 5,60 Euro R$ 6,10
Dollar R$ 5,60 Euro R$ 6,10

Economia Quinta-feira, 12 de Novembro de 2020, 07:30 - A | A

Quinta-feira, 12 de Novembro de 2020, 07h:30 - A | A

RECUPERAÇÃO

Empreendedorismo dispara em Mato Grosso

Priscilla Silva

O número de novas empresas abertas no Brasil em outubro superou o de fechamentos em 231.253. Dentre os estados brasileiros que mais colaboraram para este saldo positivo está Mato Grosso, que teve crescimento de 5,3% se comparado a setembro. Parte desse resultado tem origem na vocação econômica do estado, a atividade agropecuária.

“A economia de Mato Grosso destoa da nacional. Há alguns meses, temos registrado um PIB (Produto Interno Bruto) superior ao nacional, o que significa que a nossa economia está aquecida e com perspectiva de mais crescimento. Isso, se considerarmos, principalmente, o preço das commodities de todo o segmento agrícola, os quais estão com preços extremamente favoráveis para Mato Grosso, por sermos líder na produção nacional”, avalia José Guilherme, superintendente do Sebrae Mato Grosso.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

O maior volume de novas empresas registradas em Mato Grosso é um dos reflexos desse bom desempenho do estado em comparação com o país. Dados do Mapa de Empresas, plataforma digital do Ministério da Economia para acompanhar os registros empresariais, mostram que Mato Grosso teve saldo positivo 4.351 novos negócios no mês de outubro. Ao todo, houve um total de empresas 5.979 empresas abertas em outubro, contra 1.628 extintas.

“O que acontece é que quando a atividade agropecuária cresce, todas as demais cadeias produtivas também crescem. Temos o fortalecimento de todos os segmentos voltados à agricultura, com geração de empregos e abertura de empresas nas áreas de serviços e também do comércio”, explica José Guilherme.

Na plataforma do Ministério da Economia, também se destacaram os estados em número de novos empreendimentos os estados do Amapá e Rondônia, os quais tiveram um crescimento de 15,62% e 3,71%, respectivamente. Esses números colocam Mato Grosso em segundo lugar no ranking de desempenho.

Para que Mato Grosso continue com resultados positivos na abertura de novos negócios, o superintendente do Sebrae recomenda que os governos fiquem atentos ao momento.

“O que temos é que tirar vantagem dessa situação e reivindicarmos mais dos governos federal e estadual. A iniciativa privada também teve um aceno do governo federal no aspecto de logística. Então a construção civil teve um crescimento grande, o que gera a criação de grandes empresas, mas principalmente de micro e pequenas empresas, que dão suporte para as grandes na cadeia produtiva da construção civil”, destaca José Guilherme.

TEMPO DE ABERTURA - No Brasil, com relação ao tempo de abertura de uma empresa no mês de outubro, o empreendedor levou, em média, 2 dias e 17 horas. O prazo é 4 horas menor que o registrado em setembro. O resultado também é o menor registrado para a série histórica do Mapa de Empresas, que possui dados desde janeiro de 2020.

Nesse quesito, Mato Grosso também tem um desempenho melhor que o nacional, com tempo de abertura de empresas de 1 dia e 9 horas.

Goiás é a unidade da federação mais rápida no processo de abertura de empresas, com média de 1 dia e 2 horas para registro. Já a Bahia é a localidade na qual o empreendedor espera mais tempo para abrir sua empresa, em média, 6 dias e 6 horas.

search