Dollar R$ 5,39 Euro R$ 5,79
Dollar R$ 5,39 Euro R$ 5,79

Cidades Quarta-feira, 10 de Novembro de 2021, 10:07 - A | A

Quarta-feira, 10 de Novembro de 2021, 10h:07 - A | A

REVOLTA DO GNV

VÍDEOS: Motoristas de app "fecham" empresa que distribui gás veicular em MT

Felipe Leonel

Repórter | Estadão Mato Grosso

Mak Lucia

Repórter | Estadão Mato Grosso

Dezenas de motoristas de aplicativo estiveram reunidos em frente à GNC Brasil, empresa que distribui GNV nos postos de combustíveis de Cuiabá e VG, para protestar contra o aumento no preço do m³ e a falta de estrutura para abastecer. A manifestação foi realizada na manhã desta quarta-feira (10). Os trabalhadores da espera de 2 horas para abastecer os veículos com o gás natural. 

A manifestação foi motivada pelo aumento repentino nas bombas de combustíveis, nessa quarta. Motoristas que estavam pagando R$ 2,89 pelo combustível passaram a desembolsar R$ 3,19. Segundo donos de postos, o aumento foi de 13 centavos, sendo que o efeito total nas bombas foi de 30 centavos, que tem como 'pano de fundo' a justificativa de investimentos feitos pelos empresários. 

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

Os manifestantes reclamam que o presidente da MT Gás, Rafael Reis, prometeu não aumentar o preço do combustível no último dia 3, porém já tinha aumentado o preço no dia 25 de outubro e deixado de avisar os motoristas e donos de postos. 

"Pode até discutir um aumento com a gente, mas desde que tenha qualidade nos abastecimentos", disse um representante da categoria. "A gente precisa de estrutura, até aceitaríamos esse aumento depois que tivermos a estrutura nos postos de combustíveis. Enquanto isso não acontecer, nós não vamos aceitar", disse outra manifestante. 

Outra reclamação da categoria sobre a falta de estrutura, é sobre os locais onde aguardam para abastecer. Como precisam ficar parados nas avenidas, onde não tem estacionamento, são multados por agentes de trânsito, reduzindo ainda mais a margem de lucro da categoria. 

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso canal no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

"Passa o pessoal do trânsito nos coagindo porque nós ficamos nos locais, muitas vezes, inadequado. Porém, nós não temos estrutura. Nós precisamos ficar na rua, precisamos abastecer e se não ficarmos na rua perdemos a vaga [na fila]", afirmam. 

ALTERNATIVA DE ECONOMIA

Motoristas de aplicativos começaram a usar o GNV ainda no final do ano de 2020, mas com os sucessivos aumentos nos preços da gasolina neste ano, o uso do combustível alternativo se popularizou ainda mais. Motoristas que antes gastavam mais de R$ 3,5 mil/mês, começaram a gastar R$ 1,3 mil em combustível.

Segundo o aposentado Aprigio Tadeu, 65 anos, sem essa alternativa do GNV, ele nem iria tirar o veículo da garagem. 

"Eu estou dirigindo no GNV tem uns 3 meses. Eu já trabalhava de Uber antes, mas coloquei porque com a economia de dois meses e meio já paguei [o investimento]. Eu paguei R$ 5,5 mil, [sem o GNV] eu prefiro continuar só com minha aposentadoria, mas tem uns que não podem fazer isso",  afirmou ao Estadão Mato Grosso. 

 

search