Dollar R$ 5,45 Euro R$ 5,85
Dollar R$ 5,45 Euro R$ 5,85

Cidades Sábado, 27 de Novembro de 2021, 17:41 - A | A

Sábado, 27 de Novembro de 2021, 17h:41 - A | A

TRAGÉDIA

Irmãos de 5 e 2 anos morrem afogados

Da Redação

Redação | Estadão Mato Grosso

Dois irmãos, sendo um garoto de 2 anos e uma menina de 5, morreram afogados nesta noite de sexta-feira, 26 de novembro, em uma chácara situada no município de Nossa Senhora do Livramento, na Baixada Cuiabana. Os corpinhos foram encontrados pelo pai.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Informações encaminhadas por uma testemunha ao Estadão Mato Grosso são de que as duas crianças se afogaram em um cocho da propriedade. Já reportagens veiculadas na imprensa apontam que as vítimas morreram no açude.

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Ainda de acordo com as informações encaminhadas à reportagem, a família acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) assim que encontrou as duas crianças, mas a ambulância teria demorado cerca de 2 horas para chegar.

Outros veículos de imprensa afirmam que o Corpo de Bombeiros teria atestado a morte das crianças e que equipes da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) teriam sido acionadas.

À reportagem, o Corpo de Bombeiros alegou que não foi acionado para atender à ocorrência.

Já em contato com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), a reportagem foi informada que só poderia ter acesso às informações relativas ao Samu na segunda-feira, 29, devido à troca de plantões. A assessoria de imprensa ainda explicou que, em casos de falecimento no local, a unidade se limita a atestar o óbito, já que ultrapassa suas prerrogativas.

O Estadão Mato Grosso também tentou checar as informações com a Polícia Judiciária Civil, cujo contato funcional a encaminhou a outra assessora, que estaria responsável pelo plantão deste sábado (27). A reportagem tentou contato, mas até o fechamento desta matéria não houve retorno.

search