Dollar R$ 5,40 Euro R$ 5,79
Dollar R$ 5,40 Euro R$ 5,79

Cidades Sexta-feira, 17 de Dezembro de 2021, 09:54 - A | A

Sexta-feira, 17 de Dezembro de 2021, 09h:54 - A | A

ÍNDICES CRIMINAIS

Crimes de feminicídios, homicídios dolosos e roubos diminuem em MT

Julia Oviedo | Sesp-MT

Mato Grosso apresentou redução nos principais índices de criminalidade de janeiro a novembro desde ano em comparação a 2020. Em ocorrências de feminicídio, a redução foi de 27%, de homicídios dolosos, 8% e no número de roubos, 17%. Os dados são da Superintendência do Observatório de Segurança Pública, vinculada à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).

De janeiro a novembro deste ano, 47 mulheres foram vítimas de feminicídio no estado, sendo que no mesmo período do ano passado, este número tinha chegado a 56 ocorrências. Já a redução de homicídios dolosos foi de 688 casos neste ano, contra 745 no mesmo período do ano passado.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

Os crimes de roubo somaram 7.556 ocorrências até novembro deste ano. Já em 2020, este número era de 9.103 casos. O número de furtos teve leve aumento de 3%, com 30.770 registros neste ano, comparados a 29.976 no ano anterior.

Entre as 15 Regiões Integradas de Segurança Pública (Risps), o número de roubos também apresentou redução em 12 regionais. A maior redução no número de roubos ocorreu na Risp 10, com sede em Vila Rica, que conseguiu reduzir em 50% as ocorrências do crime.

A Risp 15, com sede em Guarantã do Norte, diminuiu 31% o número de roubos, seguida da Risp 1, de Cuiabá e da Risp 5, de Barra do Garças, ambas com redução de 26%.

Na avaliação do secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, a redução dos principais índices criminais é consequência da reestruturação da Segurança Pública, por meio de investimentos do programa Mais MT. 

“Desde 2019, o governador Mauro Mendes nos deu a missão de reestruturarmos a segurança, com investimentos que vão desde a construção de novas unidades, novas viaturas, novas armas e investimentos em tecnologia, como a radiocomunicação digital e o monitoramento por câmeras OCR. Tudo isso auxilia o trabalho das forças de segurança e consequentemente vão auxiliar na melhoria destes índices”, explicou.

Ainda de acordo com o secretário, o Estado tem investido em iniciativas de atendimento às vítimas de violência doméstica, como é o caso da parceria entre Polícia Civil e Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), que criou o SOS Mulher (https://sosmulher.pjc.mt.gov.br/), que oferece botão do pânico e medidas protetivas online para essas mulheres.

Além disso, Bustamante também lembrou do trabalho realizado pela Polícia Militar de Mato Grosso, com a Patrulha Maria da Penha, que acompanha os casos de vítimas de violência, evitando muitas vezes que essas mulheres voltem a ser vítimas de agressão e principalmente de feminicídio.

Denúncias

O Estado disponibiliza os canais de disque-denúncia 180, específico para denúncias de violência contra a mulher; 197 e 181, disque-denúncia da Polícia Civil; contato para situações de emergência da Polícia Militar, que é o 190 e a Sesp também disponibiliza o E-Denúncias, canal de denúncias online que pode ser acessado pelo link: www.edenuncias.mt.gov.br.

search