Dollar R$ 5,17 Euro R$ 5,62
Dollar R$ 5,17 Euro R$ 5,62

Cidades Sexta-feira, 22 de Março de 2024, 06:25 - A | A

Sexta-feira, 22 de Março de 2024, 06h:25 - A | A

SOLIDARIEDADE

Casal de dentistas de Cuiabá participa de Caravana Odontológica em Madagascar

Assessoria de imprensa

O casal de cirurgião dentista Dr. Luiz Petterle e sua esposa Soraya Petterle, estão participando da primeira caravana exclusivamente odontológica na cidade de Ambovombe Androy em Madagascar, região sudeste do continente africano.

Madagascar tem mais de 28 milhões de habitantes. É um país cuja maioria da população vive no campo. Sua economia é classificada como subdesenvolvida, sendo marcada pela profunda desigualdade de distribuição de renda e grande parte da população vivendo abaixo da linha da pobreza.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

- FIQUE ATUALIZADO: Participe do nosso grupo no Telegram e fique sempre informado (clique aqui)

“Uma caravana mais que especial para mim, com a minha esposa amada e parceira da vida toda. Voltar a Madagascar, após 5 anos, e ver o tanto que esse projeto cresceu, a seriedade e a busca Fraternidade Sem Fronteiras por melhorias a essa população que tanto necessita, só nos dá alegria e vontade de ajudar mais e mais”, ressaltou Dr. Luiz.

Soraya explica que seu marido é um apaixonado pelo trabalho da Fraternidade Sem Fronteiras e que ele tem ido nas caravanas desde 2019.

“Além de Madagascar, o Luiz já foi para Malawi e em 2023 Congo, também pela Fraternidade. Dessa vez, eu consegui vir junto e essa é a primeira caravana exclusivamente odontológica. Estamos em 11 dentistas e tem também outras pessoas que não são dentistas e ajudam em outras frentes. Então, o sentimento é de profunda gratidão, só vindo aqui para sentir o que é isso, essas crianças e esse povo que sofre tanto e consegue sorrir com tão pouco. Não tem como não se emocionar todos os dias, com as histórias que presenciamos aqui e quem ganha, na verdade, somos nós! Saindo daqui eu volto para Cuiabá para cuidar do nosso consultório. O Luiz segue para Moçambique em outro projeto da FSF e a minha filha, que também é dentista, vem para seguir com o pai nessa outra caravana”.

A caravana odontológica ficará por 15 dias na região, de 02 a 17 de março de 2024. São dois para chegar na cidade de Ambovombe Androy.
O apadrinhamento é a melhor forma de ajudar nessa causa humanitária, no site da FSF tem valores que vão de 100 a 500 reais e cada um escolhe dentro das suas possibilidades. Ao apadrinhar a pessoa ganha o direito de participar das caravanas. Todas as despesas com passagens aéreas, hospedagem, transporte e alimentação ficam a cargo de cada pessoa. A média de valor por pessoa fica entre R$12.000 a R$15.000.

Wender Moura é um dos coordenadores da viagem e também co-fundador do FSF, explicou que todos os materiais odontológicos para o trabalho, eles levaram do Brasil, muitos foram doações e o que faltou foram comprados pelos voluntários. “São quase 100 atendimentos por dia e cerca de 160 procedimentos feitos. Temos também distribuição de alimentos, kits de higiene pessoal, realizamos palestras educativas em vários centros. Estamos documentando tudo e só depois que termina a caravana é que sentamos para compilar esses dados e divulgar os resultados da caravana. Nossa causa é levar amor à humanidade!”

História da FSF
A Organização Humanitária Fraternidade Sem Fronteira atua na região da África subsaariana, uma das regiões mais pobres do mundo, em Madagascar, Moçambique, Malawi e República Democrática do Congo. Na região da costa ocidental, estão Senegal e na América Central, no Haiti.

A equipe abre e mantém centros de acolhimento, onde oferecem alimentação, cuidados com higiene e saúde, atividades pedagógicas, culturais e formação profissionalizante. Amparam idosos com alimentação e constroem casas. Além da perfuração de poços artesianos nas aldeias africanas e, com a chegada da água, realizam o cultivo sustentável de alimentos, capacitando jovens agricultores e envolvendo as crianças em atividades de educação ambiental.

A organização sobrevive de doações e projetos de apadrinhamento, a sede é em Mato Grosso do Sul. Tem Núcleos Internacionais na Suíça, Reino Unido, Estados Unidos e Canadá. Para mais informações acesse: www.fraternidadesemfronteiras.org.br

search